terça-feira, 22 de agosto de 2017













TURNO ÚNICO


O novo horário do governo dos boeiras, como já era esperado, gera um grande descontentamento junto ao povo. A qualidade dos serviços que já deixavam a desejar piorou, e o povo sente na pele os feitos do novo horário. Um empresário me contou, que solicitou um serviço na secretaria de obras, aqui no perímetro urbano, mas apesar do turno iniciar às 7 da manhã na secretaria de obra, quando as maquinas chegaram ao local passava das 8.30 da manhã, imagine quando o serviço for no interior. Na secretaria do planejamento, aquela que não planeja nada, além de cargos para os amigos dos boeiras, é proibido chegar próximo das 2 da tarde, pois após a 1.30, todos já estão batendo em retirada, e quem chega após esse horário, é taxado de complicador.



NEPOTISMO


O vereador Andrezinho, usou a tribuna da casa, para se pronunciar sobre o tema, disse que não admite essa prática, e denunciou que no legislativo também existe nepotismo, disse ainda, que vai cobrar pessoalmente do prefeito que tome providências sobre o emprego de parentes no seu governo, mas que o legislativo também precisa acabar com o nepotismo. Falou que não emprega parentes no governo, jamais vai usar desse expediente, se alguém provar que ele emprega um parente ele renuncia, que sua esposa esta desempregada, mas ele jamais vai empregar ela no governo.

A posição do vereador deve ser elogiada, pois é público e notório, que o prefeito emprega mais de uma dezena de parentes no governo, começando pela secretaria geral onde abrigou o seu irmão, mas os seus parentes estão em todas as secretarias, além do prefeito, também verificamos o nepotismo cruzado, vários vereadores da base empregam filhos e parentes no governo, seria muito interessante se todos seguissem o exemplo do vereador Andrezinho, e num grande acordo, demitissem todos os parentes.


UPA


Os vereadores Fernando Maciel (Leão) e Rita, por meio das redes sociais, denunciaram a existência de irregularidades na contratação da nova empresa que assumiu a gestão da UPA, segundo eles, o dono da empresa, esta impedido por decisão judicial, de manter relação contratual com o setor público. Segundo os vereadores, o dono da empresa, foi condenado num processo no Paraná; além desse fato, o valor do contrato, é muito superior ao contrato anterior. O caso deve ser entregue ao MP local. Segundo fontes, a mesma empresa também assumiu o plantão de urgência e emergência do hospital, que também é mantido com vernas públicas. Outro fato que deve ser repudiado é o fato de a empresa ter usado o SINE para entrevistar candidatos às vagas, quando todos sabem que os escolhidos obedecem apenas critérios políticos, tanto que um vereador da base do governo estava no SINE durante as entrevistas.


ELEIÇÕES 2018


Segundo uma fonte, os CC remanescentes do governo Elói, já estão em campanha, visando à eleição do ex prefeito. Após 8 anos como CC do ex-prefeito, é natural, que esses CC que permaneceram no governo dos boeiras, continuem fiéis ao seu ex-chefe, considerando que a maioria ocupa bons cargos no atual governo, certamente vão ter uma grande importância na campanha do ex- prefeito, reuniões já estão acontecendo. Apesar do mal estar no governo, todos permaneceram intocáveis nos seus cargos.


RESPOSTA DO EX-PREFEITO


O ex-prefeito colocou as coisas em partos limpos, e rebateu as criticas do atual governo, segundo o ex-prefeito, ele deixou mais de 19 milhões no caixa, sendo que desse valor mais de 7 milhões





 disponível no caixa. Disse que não pagava horas extras irregulares. Bom com elação a esse tema teve uma CPI.


LIXO

Esse é outro assunto que precisa ser melhor explicado, a empresa que detém os serviços, já conseguiu uma prorrogação de dois anos, ainda em 2015, e segundo fontes do palácio, membros do atual governo querem mais uma prorrogação. Considerando que a empresa ao longo do contrato não cumpriu integralmente suas obrigações, prorrogar é algo no mínimo dioscutível.

quinta-feira, 17 de agosto de 2017







AEROPORTO


Uma grande mobilização regional, sem vinculação com partidos, busca junto ao governo do estado, a conclusão do aeroporto regional de cargas. Ao contrário do governo passado, que só usou a obra como propaganda, agora parece que começamos ver uma luz no final do túnel.



O CAIXA DO GOVERNO MUNICIPAL


Conversei com um membro do alto escalão do atual governo, começamos falando do turno que não é único, e fomos avançando o papo sobre o péssimo governo dos boeiras e Cia. O interessante da conversa, é que agente concordava na maioria dos casos. A conversa era tão franca, que esse membro do governo, me disse que a arrecadação do município, não vai cair, ao contrário, vai aumentar, segundo essa fonte, em 2016, a arrecadação ficou em cento e cinquenta milhões, e que agora em 2017, deve ter um aumento no mínimo de cinco por cento. Ainda segundo essa fonte, a crise financeira tem como causa, o aumento nos gastos, que vou listar abaixo pela ordem.

1- Ampliação no número de vagas nas creches, devido a uma decisão e/ou acordo judicial, no final do governo passado, essa decisão, obrigou o município a ampliar o número de vagas nas creches, e essa ampliação gera um gasto em torno de oitocentos mil reais ao mês.

2- Aumento do funcionalismo, o prefeito atual, por falta de informação, concedeu um aumento fora da realidade financeira do município, imaginando estar vendendo lenha na sua serraria (serraria da esposa), num ato irresponsável, concedeu um aumento fora da realidade financeira do município, segundo essa fonte, esse aumento vai gerar um rombo no caixa superior a dez milhões de reais.

3- Prestações de empréstimos do governo passado, que começaram a vencer agora em 2017, portanto, aquelas placas exaltando a Dilma e o Lula com propagando do PAC, era tudo mentira. Agora chegou a conta, e gira em torno de trezentos mil reais todo mês.

4- Aumento exagerado no número de cargos de confiança (CC), no quadro de funcionários e/ou por meio das terceirizadas, tanto que para poder pagar todo esse povo, o contrato com a OJAC teve o seu valor aumentado em valores absurdos. O gasto com os cargos de confiança tem um impacto violento no caixa do município, e o número de contratações aumento a cada dia.


Considerando os gastos acima, é possível afirmar que, o prefeito municipal e sua equipe econômica, não possuem a menor capacidade para gerir as contas do nosso município, com todas essas despesas, é possível afirmar, que o governo não vai fechar as contas, resta saber se teremos aqui no município as pedalas fiscais, aquelas que derrubaram a Dilma. Cabe ao legislativo aprovar ou não as contas do prefeito. Esta explicado o motivo das negociatas para conseguir a maioria na câmara. O mais lamentável em tudo isso, é que apesar de todas essas despesas, o prefeito nada faz para mudar o quadro.

VETO DO PREFEITO



A derrubada do veto do prefeito pela câmara de vereadores deixou mais uma vez evidente o despreparo do atual prefeito, pois apesar de seus 20 anos de vereador, sabendo que não tinha os votos para garantir o seu veto, foi para o confronto e quebrou a cara. O mais ridículo foi perder com os votos dos vereadores da base, aqueles do toma lá da cá, uns chegando ao cúmulo de sair da sessão e outros nem aparecerem para apreciar o veto. Lamentável.

UPA


A nova empresa que assumiu os serviços na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), já iniciou os trabalhos, como já era esperado, pois essa empresa antes mesmos de sair o resultado da licitação, já contatava com médicos e funcionários visando para contrata-los. Alias, segundo o site G1, os donos dessa empresa, já tiveram problemas com a policia federal e com o juiz Sérgio Moro. Cautela e caldo de galinha não fazem mal a ninguém. Mas começou bem os trabalhos, pois segundo informações, o médico mais criticado da cidade, que prestava atendimento na urgência e emergência do hospital, agora atende na UPA. Parabéns!

Ainda com relação à nova empresa, todos nós sabemos que as contratações serão d acordo com as indicações do governo, mas mesmo assim, convocaram pessoas para ir até o SINE, para entrevistas, considero isso uma falta de consideração com aqueles que buscam desesperadamente um serviço.

terça-feira, 15 de agosto de 2017






SINDICÂNCIA DA GUARDA


A conclusão dos trabalhos da comissão de sindicância sepultou o discurso de austeridade e zelo com o dinheiro público, prefeito Amadeu. Justifico essa afirmação, pois o prefeito municipal, que durante toda a sua campanha, e nos primeiros seis meses de governo, afirmou que quem pagava horas extras irregulares, para quem não trabalhava, era o prefeito do PT, o ex-prefeito Elói, foi surpreendido pelo relatório da sindicância, que apontou a mesma prática nos primeiros meses de seu governo. Apesar de ter afirmado na imprensa, quando instalou a comissão, que caso fosse apontado algum tipo de irregularidade ele tomaria as providências cabíveis, sentou em cima do relatório, e esqueceu o seu discurso. Cabe lembrar, que a irregularidade nas horas extras, não foi à única irregularidade apontada pela comissão, mas o prefeito que prometeu rigor e seriedade ficou como um grande falastrão, que apenas joga conversa fiada ao vento. Como disse o Roberto Jefferson, no episódio do Mensalão( tiramos a roupa do Rei).


VETO DO PREFEITO


A câmara de vereadores aprecia hoje, numa sessão extraordinária, o veto do prefeito municipal, ao projeto do vereador Mauro (PSB), que tinha como objetivo, preservar algumas espécies de árvores nativas e/ou centenárias de nossa cidade. A atual administração, que nomeou para o cargo de chefe do departamento de meio ambiente, uma pessoa que não tem a mínima noção, vem fazendo um verdadeiro desmatamento nas árvores do município; adotou um sistema de poda, que é um verdadeiro extermínio das espécies. Certamente o prefeito vai contar com os votos da base aliada, afinal de contas, os vereadores da base, já venderam o seu passe faz tempo.


FUTUROS CANDIDATOS EM 2018


Nosso município esta carente de bons nomes para concorrer a uma vaga nas eleições de 2018, a exemplo daquilo que aconteceu na eleição para prefeito, a falta de opção, leva o eleitor a eleger o mais mentiroso. No caso de Vacaria, um nome é certo na disputa para uma vaga na assembleia legislativa. O ex-prefeito Elói Poltronieri, que deve concorrer sozinho na região, e como goza de um bom conceito junto ao povo local, e somado ao desastre administrativo do atual prefeito, que passou a ser o seu maior cabo eleitoral, certamente vai fazer uma votação muito superior à votação do atual prefeito, e como grandes chances de conquistar uma cadeira na assembleia; e com o seu cabo eleitoral Amadeu Boeira na prefeitura, conta os dias para voltar ao executivo. O partido dos trabalhadores sonha com Dilma como candidata ao governo do estado. Com relação aos outros partidos aqui no município não vislumbro nomes para concorrer.

sexta-feira, 11 de agosto de 2017













NEPOTISMO


O vereador Mauro Schuler (PSB) entregou na promotoria de justiça, uma lista com os nomes dos parentes do prefeito, que estão trabalhando no município, a maioria, escondia através das nomeações via terceirizadas (OJAC). A lei do nepotismo é clara, e proíbe a contratação de parentes do chefe do executivo, e dos secretários; inclusive por afinidade, como exemplo CUNHADO (OS), apesar daquele velho ditado popular que diz que cunhados não são parentes, é castigo.

O desrespeito à lei é explícito, desde o primeiro dia do governo dos irmãos boeiras, o emprego de parentes é generalizado, a começar pelo secretário geral. Só para reavivar a memória dos defensores do nepotismo, o prefeito de Canoas e o prefeito do Rio de Janeiro, que nomearam filhos para secretários, tiveram os seus filhos exonerados por decisão judicial, e até onde eu sei, o código civil brasileiro é único, e a mesma lei aplicada naqueles municípios deveria ser aplicada aqui. Alguém pode me explicar à diferença entre esses casos? Com a palavra as autoridades do setor.


CERTIFICADOS

A história dos certificados teve início logo após a eleição, quando o prefeito, resolveu trazer seu irmão para ser secretario, que não tinha sequer o primeiro grau completo. Durante a transição, o Dr. Eclair da Rosa, descobriu que existia uma lei municipal o segundo grau para exercer cargos no executivo. A existência da lei passou a ser a assunto nos bastidores da transição, e o povo do PMDB, ficou feliz, pois com a referida lei, estariam livres do irmão do prefeito. Mas como ninguém contava com a astucia do futuro governo, numa jogada de mestre, os manos pediram ao prefeito Elói, que enviasse um projeto com o objetivo de revogar a lei, e deixar livre o caminho para os analfabetos. Mas devido a grande repercussão estadual, que virou assunto inclusive no jornal do almoço, veio o plano B, que foi concretizado com sucesso, e os atores gozam livres dos benefícios dos certificados, que na verdade, não passam de uma declaração sem reconhecimento de firma. As investigações do Ministério Público continuam o repórter Giovani Grizotti, segundo fontes, também investiga. Certamente não vai dar nada, mas todos sabem dos métodos educacionais adotados.


TURNO ÚNICO


O novo horário adotado pela administração dos irmãos boeiras, virou uma verdadeira palhaçada, como já era de se esperar, logo após a adoção, três secretarias resolveram ao seu bel prazer mudar o horário que de único não tem nada. Considerando que o prefeito não manda nada na prefeitura, essas secretarias passaram a fazer de conta que trabalham das 07 da manhã até a 01 da tarde, mas o caso da habitação, o expediente encerra antes, pois os CC adotaram o horário de almoço, que inicia logo após as 11.30. O horário já contou inclusive com a presença da primeira dama que almoçou na companhia de sua irmã que é CC e de seu cunhado que também é CC.

Mas como o prefeito vai cobrar que seus comandados cumpram o horário, se ele e seu irmão, também, se ausentam da prefeitura, do gabinete para almoçar, como o prefeito pode exigir algo que ele não cumpre, é o primeiro da dar o mau exemplo. Assim sendo, o restaurante da prefeitura aumenta a cada dia, quem não sai para almoçar, faz almoço no serviço. Virou uma casa da mãe Joana o governo dos irmãos boeiras. Ainda com relação ao turno único, a sua adoção foi uma alternativa para cobrir o rombo nas constas devido ao exagero nas nomeações de CC, que obrigou o prefeito a aumentar os valores do contrato com a OJAC.


DOAÇÃO DE TERRAS E TERRENOS


Os vereadores precisam ficar atentos e fiscalizar as doações de terrenos públicos, o governo dos irmãos boeiras, esta usando e abusando do direito de doar aquilo que é patrimônio do povo. No caso dos loteamentos já existentes, querem através de desafetação, acabar com as áreas verdes e entregar para seus parceiros, mas as doações não param por ai, agora querem doar terreno para os amantes dos esportes automotivos, numa ato de irresponsabilidade, tentam quitar a dividas com o vereador que aderiu o governo.

NOVOS INVESTIMENTOS 


Coloquei na mão do prefeito e de seu governo, um empresário que vai investir pesado no setor leiteiro, o investimento inicial é de mil vacas em lactação, a empresa vai se instalar logo após o viaduto que vai para Lages. Após concluída a negociação, mantive contato com o secretario Mario Bala, e encaminhei o empresário para um encontro com o prefeito para acertar detalhes do auxilio na terraplanagem no local onde será construído os pavilhões. O total dos investimentos superam a casa dos dez milhões de reais, e com previsão de no mínimo 30 empregos no início da operação, além de gerar impostos e renda para o município. Como diz o Ministro Gilmar mendes( Modéstia as favas) todo o trabalho para trazer o investimento foi meu e de mais dois parceiros, portanto, estou de olho na propaganda enganosa. 

sexta-feira, 4 de agosto de 2017







TURNO ÚNICO


O assunto é requentado, mas devido aos apelos do contribuinte, volto ao tema, por diversas razões. O prefeito quando enviou o projeto visando a adoção do turno único, estabeleceu um novo horário, que seria das 8 horas da manhã até as duas horas da tarde interruptamente, sem intervalos, mas antes mesmo do início do novo horário, três secretarias já resolveram mudar, e o pior, com a conivência do prefeito, obras, agricultura e habitação, quero ou não, beneficiou os CC que tem negócios rurais, e a cunhada que trabalha na habitação. Mas além dessas três secretarias, que obrigam o contribuinte madrugarem para buscar atendimento, as demais também já recebem reclamações, pois quem chega à prefeitura alguns minutos antes das duas horas da tarde, já não recebe atendimento, pois todos já estão batendo em retirada.

A adoção desse novo horário, além da revolta do contribuinte, o novo horário já causou reação do Ministério Público, tanto que o promotor Luís Augusto, já avisou que o prefeito vai ter de comprovar em números a economia, mas seria importante também, exigir à comprovação da manutenção dos serviços oferecidos a comunidade, pois elaborar uma planilha com números fictícios é algo muito fácil, certamente mais fácil que conseguir concluir o segundo grau.



OBRAS DO GOVERNO PASSADO


O prefeito passado tinha o hábito, de inaugurar obras inacabadas, e de péssima qualidade, foi assim com a UPA, com as escolas infantis (creches). Acontece que, uma obra inacabada, não tem toda a documentação, como é o caso Plano Prevenção Contra Incêndio (PPCI). No caso das creches, a falta do PPCI, além de ser uma grande irresponsabilidade, gerou um grande problema, pois ao ser vistoriado agora em 2017, e sem possuir esse plano, o governo federal cortou uma parte da verba, que só vai voltar a ser destinada, após a solução desse problema. Nesse caso, a falta de responsabilidade do governo passado, gerou problemas para a atual administração.



VEREADORES DA BASE


Os vereadores que votam com o governo, que venderam o seu apoio, como foi o caso do último integrante da base do prefeito, o vereador do PT Aldo Silva, que segundo uma fonte ligada ao prefeito já indicou cargos e em breve vai indicar mais uma leva, eles gozam de grande prestígio junto ao governo municipal, além de empregar seus indicados, filhos, esposas, parentes, e cabos eleitorais, tem prioridade no encaminhamento de reivindicações em todas as secretarias. Mas os benefícios oferecidos, vão muito além dos cargos, extrapolam os limites, recebi uma denuncia que envolve um dos vereadores que se elegeu pela oposição, que recebeu um benefício pouco comum do executivo, esse regalo, beneficiou uma pessoa que tem laços afetivos com ele, e que tem funções no município. Estou juntando a documentação, e farei pessoalmente a denuncia no MP, pois não temos oposição no legislativo; o caso dos certificados e do nepotismo são dois exemplos.

quarta-feira, 2 de agosto de 2017

TURNO ÚNICO


A revolta com o turno que não é único é geral, se a popularidade do atual prefeito já era baixa, devido ao seu péssimo inicio de governo, certamente os seu número vão ficar bem pior. Mas como ele não esta nem ai para o povo, o importante é agradar os amigos, os partidos da base, empregar seus familiares e os indicados dos vereadores que votam com ele. Com relação a empregar parceiros, no mês de junho, o número de CC e de terceirizados, superou o governo do partido dos trabalhadores (PT). Seguindo a linda do PT, no seu governo, também é pago horas extras de forma irregular, essa foi à conclusão que chegou a sindicância da guarda. Apenas em um item o governo Boeira difere do governo passado, que é o emprego de parentes. Com relação ao turno único, abaixo a fato dos responsáveis.










RODEIO DE VACARIA


Faltando seis meses para a maior festa do município, ainda não vislumbramos movimentações em torno da festa. Considerando a grave crise econômica nacional, e a dificuldade financeira que vive o nosso município, podemos imaginar que não vai ser nada fácil realizar a festa. Na verdade, o rodeio de Vacaria, só é da cidade no discurso, e na hora do poder público despejar recursos no parque, de resto, tudo é feito de acordo com a vontade da patronagem. Segundo um grupo de sócios, a situação financeira do CTG, não é nada bom, segundo esses sócios, o déficit nas finanças da entidade é muito grande, alias isso não é de hoje, cada direção que sai diz que ficou tudo zerado, e o que assume diz que tem contas a pagar. Devido à crise financeira do país, e a corrupção, arrecadar patrocínios por meio das leis de incentivo a cultura, não será uma tarefa muito fácil, além disso, as empresas gostam de associar a sua imagem a um produto que tenha retorno comercial, e o rodeio é essencialmente cultural, a tradição não se mistura com comercio. A atual direção trabalha com seriedade e muito afinco, mas a peleia é árdua e a luta vai ser grande.








CANDIEIRO FARRAPO


Finalmente o troféu vai ser entregue para uma pessoa com serviços prestados ao tradicionalismo local, João Maria da Rosa, o professor João Maria, grande gaiteiro dos conjuntos os Caudilhos. A escolha desse ano faz justiça, e acaba com série de entrega do troféu aos forasteiros sem vinculo com a terra.


FESTIVAL DA CERVEJA ARTESANAL


O festival vai acontecer no dia 26 de agosto, no Centro de Eventos Pedra moura, o primeiro festival da cerveja artesanal (OLIMPO BEER FEST) terá shows e uma variedade de cerveja e Chopp artesanal. Certamente será um evento diferenciado e que merece o apoio de todos.



terça-feira, 1 de agosto de 2017

TURNO ÚNICO

Iniciou hoje o turno único no governo Boeira, a adoção desse tipo de horário é i inédito no municipio. A adoção do turno único precisa obedecer algumas regras, conforme estabece o TCE. O gestor púbico vai precisar comprovar que houve economia com a adoção do novo horário. Aqui no município, como já e cistume nesse governo, o turno único, passou a ser flexível, três secretarias , alteraram o horário, e vão adotar um horário alternativo.  As secretarias, terão um horário especial, com e expediente das sete da manhã a uma da tarde,  agricultura, obras e habitação; apenas o secretário da agricultura foi contra essa mudança. Se luz era um dois itens alegado pelo prefeito, quw teria economia, considerando o nosso inverno, essa economia não vai entrar na lista.
Segundo uma fonte do governo, os vereadores que aprovaram o horário, já estão apresentando a fatura, novos cc já começam a ser nomeados, o negócio e gastar a ECONOMIA.

SECRETARIO GERAL DE GOVERNO
O secretario geral, segundo vereadores, esta orientando pessoas de baixa renda, a irem na Câmara Municipal, pedir postes de lux ao vereadores. Apesar da promessa de campanha de seu irmão, que se vencesse a eleição doaria os postes. Só para lembrar, estive diariamento com o atual prefeito no bairro pedindo votos, portanto sei dos bastidores da campanha, das promessas e das doações . Com relação a postura do secretário irmão do prefeito, resta saber se a orientação não é apenas para os vereadores da base, pois um pedido de um vereafor que apoia o prefeito deve ser atendido, essa foi acordem do prefeito na reunião ministerial. Que devido a cobranças doa vereadores com apoio do prefeito, o secretário da habitação e o vereador Grazziotin quase foram para as vias de fato dentro da sala.

domingo, 30 de julho de 2017

“O QUE ME PREOCUPA NÃO É O GRITO DOS MAUS, MAS O SILÊNCIO DOS BONS”

Martin Luther King 














Digo isso, para ressaltar o momento político brasileiro, semelhante ao que acontece aqui no município, onde o executivo a local copia as pratica adotadas pelo governo federal, e compram apoios, maquias dados, usa a abusa da compra de apoio no legislativo em troca de votos, e com a máquina na mão conquista o apoia de parte da imprensa, cria sindicâncias para intimidar aqueles que não consegue comprar, deixa de investigar setores para conquistar apoio, e conta com a inércia daqueles que deveriam seguir o exemplo da lava jato, e investigar os atos do executivo, fazer cumprir a lei, aqueles que ao contrário da força tarefa da lava jato, agem seletivamente, e tentam intimidar com ações contra quem ousa a divulgar a verdade, falar a verdade. Fatos evidentes, não são investigados, o tempo passa e nada é feito, deixando o executivo livre, leve e solto, para empregar parentes, direcionar ações, favorecer os poderosos, respaldando por ações de quem deveria ser o fiscal da lei, o advogado do povo. Essa é a triste realidade.


SINDICÂNCIAS


Nos últimos dias, tivemos a revelação, da conclusão de duas sindicâncias, uma na guarda municipal, amplamente divulgada, e outra secreta, realizada na secretaria de obras, que investigou de maneira seletiva, apenas fatos relacionados ao governo passado. O prefeito que prometeu na campanha realizar uma auditoria geral e irrestrita, em todos os setores para apurar possíveis irregularidades no governo passado, e que listou por reiteradas vezes, que a secretaria da habitação, tinha grandes irregularidades, e que sendo ele um homem sério, iria apurar essa situação. Mas passado sete meses de governo, o prefeito apenas investigou a secretaria de obras. Acontece que, depois de reiteradas tentativas de conquistar apoio do vereador Douglas, que foi diretor executivo naquela pasta, não tendo êxito no seu objetivo, resolveu fazer uma devassa na pasta, e esqueceu-se da habitação, pois aquela pasta também elegeu um vereador, e esse vereador, foi decisivo nos dois projetos mais polêmico apresentados pelo executivo até o momento. Por mero acaso, o vereador conseguiu patrocínio para um evento que ele é padrinho, conseguiu a inclusão desse evento no calendário dos eventos oficiais, e viajou com o prefeito para um desses eventos para representar o município na comitiva oficial.
A sindicância da guarda apontou uma série de irregularidades, entre eles, pagamento de horas extras, e nepotismo. Com relação às horas extras irregulares, apenas o silêncio, apesar do prefeito ter se gabado ao longo de seus sete meses de governo, que no seu governo, essa pratica não seria admitida, que isso era coisa do governo passado, do governo do PT. Com relação ao nepotismo, a informação do executivo, é que não vai tomar providências, pois esse fato já esta sendo investigado pelo Ministério Público; que segundo fontes já investiga outros fatos, e passado mais de sete meses, ainda não chegou a nem uma conclusão. Refiro-me aos certificados de conclusão do segundo grau pelos analfabetos que hoje exercem cargos no executivo. (desafio qualquer um deles a se dispor a prestar uma prova geral com conteúdo apenas do primeiro grau). Além disso, segundo fontes, o comprovante entregue na secretaria encarregada das portarias, é apenas um xérox sem reconhecimento de firma, em tempo, esses documentos foram entregues, antes do decreto do governo Temer, que dispensa o reconhecimento de firma.

Ainda com relação às irregularidades apontadas pela comissão de sindicância da guarda municipal, é preciso ressaltar o excelente trabalho da comissão, pois de maneira isenta e muito séria, apresentaram um trabalho de qualidade, sem se deixar influenciar pelas pressões que sofreram.


NEPOTISMO


A lei é clara, parentes do chefe do executivo, não podem ocupar cargos em comissão, mesmo através das terceirizadas, e nem o nepotismo cruzado, que é o emprego de membros do legislativo no executivo e vice e versa. Mas não é o que acontece aqui em Vacaria, o executivo esta cheio de parentes do prefeito, e de parentes de vereadores da base. Mas parentes por afinidade do prefeito, também ocupam cargos de confiança no legislativo. Fui informado, que os vereadores da oposição, encaminharam denuncia sobre esses fatos ao MP local. Com relação a esse fato, quero dizer, que o legislativo esta lavando as mãos, pois deveria cumprir sua função de fiscalizar o executivo, e de posse das provas, ajuizar uma ação junto ao poder judiciário, visando à retirada desses parentes do prefeito e/ou dos vereadores de seus cargos. Denunciar ao MP é terceirizar as responsabilidades, afinal de contas, os poderes são autônomos, e devem agir, ao invés de ficar protelando as responsabilidades.


TURNO ÚNICO


O prefeito municipal quando instituiu o turno único, que haveria economia nos gastos, e que não haveria redução nos serviços prestados ao povo. Mas como tudo que o prefeito fala não se escreve, e no seu governo quem menos manda é ele. O novo horário, já pode ter mudanças, secretarias começando às 7 horas e encerrando às 13 horas. Outro fato a ser questionado, é que o interior só terá atendimento em casos de emergência, isso quer dizer que o produtor rural vai ficar esquecido durante a vigência do turno único.



ASILO SANTA ISABEL


O incêndio que destruiu o nosso asilo, causou uma grande comoção na comunidade de Vacaria, e de toda e região, pessoas de bem, se envolveram para juntas, reconstruir o asilo. Formou-se uma comissão, para coordenar os trabalhos na busca de recursos para a reconstrução do lar dos velhinhos. Essa comissão contou com a participação de empresários, de profissionais liberais, do promotor de justiça, e da direção do asilo, entre os quais, destaco a participação da Cris Ciota. Com um único objetivo, todos os integrantes dessa comissão, saíram em busca de apoio, de doações para reconstruir o novo asilo. Um dia após o incêndio, falei com o Kleber Ferreira, e com Felipe Duram, ambos do escritório FS (Fernando e Sorocaba). Contei a eles, sobre o fato, e imediatamente, eles se colaram a disposição para ajudar, e naquele momento, o asilo, não tinha disponível num um recurso, foi nesse momento, que eles se coloram a disposição para realizar um show em benefício do asilo, sem cobrar um real sequer, mesmo eles pertencendo a um escritório artístico de São Paulo. Mas mesmo assim, se colocaram a disposição. A Mais Nova FM, também abraçou a causa, e fez toda a divulgação, os show aconteceu no sábado na Corcovos, a renda toda em benefício do Asilo, que hoje já conta com todo o recurso necessário para a sua reconstrução, mas como dinheiro nunca é demais faço esse registro, para agradecer ao Felipe Duram, ao Kleber Ferreira e a FS produções pela parceria.

quinta-feira, 27 de julho de 2017

REUNIÃO DO SECRETARIADO

O prefeito reuniu o seu primeiro escalão para avaliar os trabalhos, numa verdadeira consulta popular, convidou vereadores da base para opiniar sobre os trabalhos.  Assim sendo, os verradores que vendem o apoio em troca de cargos (muitos cargis), ainda tem o direito de apontar as falhas e cobrar os CC do prefeito. Segundo uma fonte, a ordem é atender os donos dos votos, afinal aprovar isenções e tueno único não custa pouco.

SINDICÂNCIA

A comissão entregou o seu relatório, segundo uma fonte, um relatório irreparável. Segundo a fonte, a recomendação era de afastamento temporário do comando, apontou a existência de nepotismo, e de pagamento de horas extras de maneira irregular. Com relação a esse último item, fica mal o prefeito, pois ele vive se gabando que acabou com ess prática no seu governo. Balela. Mas ao quectudi indica, o parecer do jurídico, que recebe ordens do prefeito é contrario ai relatório.  Como alguém poderia imaginar que o procurador vai apontar nepotismo na guarda, se essa prática é comum no governo, começando no gabinete. Ou seja, nas barbas do prefeito.

TURNO ÚNICO

A promessa de manutenção nos serviços é mais uma balela. Segundo informou a rádio oficial, a secretaria de obras vai atender apenas a cidade.

quarta-feira, 26 de julho de 2017








TURNO ÚNICO


Com início previsto para o começo de agosto, o novo horário pode sofrer mudanças, acontece que alguns CC do governo Amadeu, não querem mudar sua rotina, o horário das suas refeições é sagrado. Por isso, já se articulam para criar um horário alternativo, segundo fontes, esse horário começaria às 7 horas e se estenderia até a 13 horas; assim sendo, ninguém muda sua rotina, afinal de contas, CC do Amadeu merece comer na hora certa. Em breve vou confirmar quais as secretarias que vão instituir seu horário. Como o prefeito não manda nada mesmo, certamente cada vai fazer como quiser.



BASE NA CÂMARA


Ao que tudo indica o prefeito finalmente conseguiu sua maioria, após sete meses de negociação, convenceu mais um vereador da oposição a aderir o seu projeto de governo. Segundo fontes, depois de reiteradas e mal sucedidas tentativas para atrair o vereador Douglas (PT), o vereador Aldo (PT), foi seduzido, e resolveu compor a base do governo, o seu voto foi decisivo para a aprovação do turno único, e no caso dos benefícios do moinho. No caso do projeto do moinho, a ausência do vereador foi decisiva, um problema no pé, impediu o vereador de dizer sim ou não.


PROJETO DO MOINHO


A aprovação dos benefícios ao moinho Vacaria, colocou fim numa das maiores polemicas do ano, o projeto foi aprovado pela base do governo, com a aprovação, a empresa fica isenta da multa, e tem a liberalidade de escolher por quanto tempo fica naquele local.  Sou favorável ao incentivo às empresas, e a geração de emprego e renda para nosso município. Por outro lado, entendo que, o município precisa incentivar todos os empreendimentos, precisa criar um programa de beneficio aos pequenos, que vivem a margem e esquecidos. Cada empresa, e/ou empresário, faz seus investimentos, dentro de sua capacidade, não podemos aceitar, que apenas os grandes empresários recebam terrenos, terraplanagem, e isenções, e apenas os pequenos jogados a própria sorte. Tenho uma amiga, que tem numa casa de tolerância (zona), e ela dentro de sua capacidade, gera emprego e renda, e aos seus clientes, oferece entretenimento, os vizinhos alegam perturbação, mas os vizinhos do moinho também reclamam, mas ela gera emprego e renda, e não recebe ajuda do município, mas promete também pintar o meio fio, e varrer as calçadas. Mas sofre com as constantes fiscalizações do poder público. Ai eu pergunto, somente as grandes empresas merecem o apoio do município? Acontece que, essa amiga que tem uma pequena zona, e todos os pequenos empresários, não são doadores de campanha.

segunda-feira, 24 de julho de 2017









Diplomas falsos são vendidos livremente na internet


http://g1.globo.com/bom-dia-brasil/videos/t/edicoes/v/diplomas-falsos-sao-vendidos-livremente-na-internet/6027750/


O bom dia Brasil, divulgou hoje um tipo de crime que se alastra pelo país, a polícia e o Ministério Público vêm atuando na investigação desse tipo de crime. Vender ou comprar certificados, e/ou diplomas falsos pode dar cadeia.

Esse assunto não é novo, pois nosso município também foi surpreendido com uma inundação de certificados de conclusão do segundo grau, no caso de Vacaria, esses certificados possibilitaram o ingresso de CC no governo municipal, o tal comprovante, é apenas um xérox sem reconhecimento de firma, ou seja, não tem valor legal. Mas até o presente momento ninguém quis se pronunciar sobre o tema, a câmara de vereadores prometeu CPI para investigar o caso, mas ficou na promessa. Ao contrário do caso aqui de Vacaria, o diplomas espalhados pelo Brasil, vem até com falsificação de reconhecimento de firmas. A facilidade para comprar esse tipo de documento é tanta que o comprador não precisa sequer sair do conforta de sua casa.



TURNO ÚNICO



O novo horário inicia na próxima semana, segundo o prefeito, o novo horário vai resultar em economia para o município sem prejuízo nos serviços prestados ao povo. Na verdade, o prefeito esta certo, quando afirma que precisa economizar, por isso, dei uma olhada no portal da transparência, mais especificamente na secretaria da Habitação, da qual é oriundo o vereador que decidiu em favor do turno único; secretaria essa que escutei na campanha por mais de uma dezena de vezes, o então candidato Amadeu, afirmar que aquela pasta era cheia de irregularidades. Mas que apesar dessas afirmativas do hoje prefeito, nada foi investigado, apenas a secretaria de obras sofreu uma devassa. Mas vamos à economia, a secretaria da habitação no governo do PT, tinha um secretario, e um diretor executivo, e mais um cargo de chefe de setor. Atualmente, a pasta conta com seis CC, e mais um CC disfarçado, via terceirizada OJAC. Sendo que três ocupam cargos de diretor executivo, a mesma secretaria emprega a cunhada do prefeito (nepotismo) e a sobrinha de um do CC, numa afronta total a lei do nepotismo. Os gastos na pasta certamente superam e muito os gastos na pasta no governo passado, do PT que o prefeito que faz questão de criticar cada vez que ocupa a imprensa. Convenci-me, o prefeito esta certo precisa economizar, e o turno único é a solução. Parabéns ao prefeito pela genialidade do projeto.



OPOSIÇÃO


O prefeito, finalmente conseguiu a maioria na câmara, agora, tudo ficou mais tranquilo e favorável, hoje teremos a votação do projeto do moinho, a oposição colocou uma emenda com o termo de ajuste do Ministério Público, o ajuste estipula prazos e uma multa, mas o governo vai derrubar a emenda, vai dar empate no plenário e o presidente em exercício que agora é governo, vai decidir a favor da empresa. Viva a democracia.

quarta-feira, 19 de julho de 2017

















SINDICÂNCIAS I e II


O Prefeito municipal usou a imprensa para informar que realizou uma sindicância na secretaria de obras, segundo ele, a abertura desse processo tinha o objetivo de apuar irregularidades na gestão passada, mais precisamente nos anos de 2015 e 2016. Considerando que o prefeito na sua campanha, prometeu uma auditoria ampla e irrestrita, essa sua investigação é muito tímida perto da sua promessa de campanha. Alias, promessas de campanha ficaram na campanha. Mas com relação a essa sindicância, preciso fazer uma análise, mais ampla. Segundo o prefeito, foi apurado irregularidades em recebimentos de valores indevidos, que superam meio milhão de reais, ainda segundo ele, comprovados por meio de recibos. Seguindo a lógica, de que toda a história tem três versões, a minha, a tua e a verdadeira, fui conversar com operadores de maquinas e motoristas, e alguns dos citados para saber a sua versão. Segundo esses funcionários, as irregularidades apontadas pela sindicância, são serviços feitos após o expediente, e/ou nos finais de semanas, o famoso e tradicional (biscate), que é feito desde a década de oitenta, e que segundo esses funcionários, no ano de 2014 e 2014, esse serviço foi feito para o atual prefeito, na sua serraria, que apesar de estar em nome de terceiros, um laranja, na cidade todos sabem que a serraria é dele, e onde fica, falaram ainda que esse serviço foi feito quando a serraria era localizada na antiga estrada do Prado, e depois lá no distrito industrial. Considerando que o pagamento é irregular, que o serviço na visão do prefeito também é irregular, nesse caso temos um caso de corrupção, ativa e passiva, quem paga e que recebe esta cometendo um ato delituoso. Considerando ainda, que o atual prefeito, quando se beneficiou dos serviços era vereador e membro da base do governo, a sua omissão na época também pode ser investigada? Ou mais uma vez o atual prefeito se utilizada daquela velha expressão fale o que eu falo, mas não faça o que eu faço? Ou teria recebido esse tipo de serviço de graça, pois ele apoiava o partido dos trabalhadores (PT), na verdade ele e seu secretário na primeira eleição do PT, venderam seu apoio após a eleição.

Ainda com relação à secretaria de obras, a Petrobras do município, o prefeito já instaurou sindicância para apurar as denuncias na atual gestão, que versam sobre desvio de óleo diesel, serviço na oficina para terceiros, favorecimento para parentes do secretário que nos primeiros meses de governo triplicaram o seu soldo?

Se o prefeito já investigou, ou vai mandar investigar a venda se sucatas nessa gestão?

Ainda no rol de irregularidades, é preciso saber se o prefeito vai andar apurar o nepotismo no seu governo, que segundo fontes só na OJAC mais de uma dezena de parentes entram no seu governo?

Se ele vai mandar o Ministério Público investigar o pseudos certificados de conclusão do segundo grau, que possibilitaram que um expressivo número de companheiros e parentes, assumisse um cargo no governo, respaldados por uma declaração sem comprovante de autenticidade?

Ainda com relação à sindicância, qual a razão para que essa investigação fique restrita a secretaria de obras? Estaria o prefeito querendo preservar parte do PT que permaneceu no governo? E a denuncia do secretário da saúde sobre irregularidade nos pagamentos na saúde? Ao longo da campanha e escutei do prefeito por reiteradas vezes que na habitação existiam inúmeras irregularidades, teria mudado de ideia o prefeito?


SINDICÂNCIA II


A sindicância que apura irregularidades praticadas pelo comando da guarda precisa ser mais bem esclarecida, e divulgada com a mesma ênfase da realizada na secretaria de obras, pois segundo fontes, o relatório final pede a abertura de processo administrativo, e lista quase uma centena de irregularidades, e segundo circula na cidade, apenas um inspetor perderá o seu posto. Mas segundo um áudio que recebi o prefeito durante uma reunião com o comando, afirma que vai afastar aquele que por ventura venha a ter alguma irregularidade apontada. Por falar em áudio, o prefeito e seus gurus, gostam de agir em cima de áudios, sejam eles falsos, ou não, gostam de agir em cima desse tipo de situação. Estaria o prefeito mais uma vez praticando uma injustiça?

Com relação às possíveis irregularidades no atual governo, a comunidade espera que os vereadores e? Ou o Ministério Público tomem as providências, pois o nepotismo é descarado, e a lei veda essa prática. Com relação aos certificados, que alguns afirmam que fizera a prova presencial, basta pedir a comprovação de viagem, passagens aéreas, notas de hotéis, comprovante de inscrição, pagamentos etc.

sexta-feira, 14 de julho de 2017





SINDICÂNCIA DA GUARDA


O executivo vem administrando problemas na guarda municipal, desde o início de seu governo, na verdade, já começou mal, anunciou um comando, e mudou antes mesmo de iniciar o seu governo. A corporação vive uma crise sem precedentes, fruto da falta de capacidade e habilidade do chefe do executivo e de seu secretário geral. O comando da guarda é acusado por mais de 80% da corporação, de abuso de poder, assédio moral, perseguição entre outros atos. Cabe sempre a quem acusa o ônus da prova, diante de toda essa celeuma, a câmara de vereadores instaurou uma comissão parlamentar de inquérito (CPI), para apurar os fatos, diante das evidências, e das provas entregues na comissão, o prefeito ficou num beco sem saída, e mesmo contrariado, determinou a abertura de uma sindicância. E escolheu três funcionários de carreira, de ilibada conduta, e de grande saber jurídico, que desempenharam um trabalho perfeito, e isento, não cedendo às pressões, e/ou intimidações. Após um trabalho árduo e minucioso, entregaram ao prefeito essa semana o seu relatório final com as devidas conclusões. O relatório apontou com clareza várias irregularidades, considerando que as acusações eram contra o comando, num mero exercício de lógica, imagina-se que algumas das irregularidades, estejam relacionadas ao comando. A comissão pediu, e/ou sugeriu abertura de processo administrativo contra os funcionários apontados no relatório. O prefeito prometeu quando determinou a abertura da sindicância, que não ia compactuar com irregularidades, alias essa bravata ele falou na campanha e no discurso de posse, mas disse que caso a sindicância comprovasse alguma irregularidade praticada pelo comando da guarda ele afastaria quem praticou. Acontece que, o governo recebeu o relatório, mandou para o seu assessor jurídico, que após um exame minucioso determinou a abertura de processos contra os envolvidos nas irregularidades. Considerando que o setor público tudo precisa ser transparente, e até que prove o contrário todo mundo é inocente, divulgar o conteúdo do relatório, e o nome dos apontados seria a decisão correta, pois não podemos permitir que toda a corporação seja suspeita, a cada guarda ao andar na rua recebe os olhares do contribuinte como sendo ele um dos que praticou irregularidade no comprimento de sua função, como poderemos confiar no guarda que vai nos abordar no trânsito, e/ou que vai estar cuidando do nosso patrimônio, pois tudo que é público é do povo. Com relação a CPI, só resta escolher o sabor da Pizza. Volto a dizer, não podemos cobrar transparência apenas em Brasília, e esquecer o município, as mudanças devem começar na base.



TURNO ÚNICO


A câmara vota na tarde de hoje o projeto do executivo que vai instituir o turno único, o vereador deve votar de acordo com suas convicções, na verdade deveria, mas sabemos que a maioria vota de acordo com seus interesses. Alguns mudam o voto. Enquetes nas redes sociais mostram que o povo é contra a aprovação, mas apesar do Slogan de campanha do prefeito (A MUDANÇA QUE VEM DO POVO) o prefeito esta se lixando para o povo.

Com relação à economia, certamente termos algumas, vou até listar.

1- Economia na gasolina, pois não teremos mais secretários e parentes usando o carro para almoçar em casa.
2- Não teremos mais cargos de confiança do prefeito usando carro para fazer o lanche da tarde em casa, e/ou de parentes.
3- O executivo vai diminuir as viagens, pois caso contrário terá de pagar horas extras, haja visto que o expediente vai acabar nas 14 horas.
4- Gasto com café, pois na parte da tarde ninguém vai estar na prefeitura.


CERTIFICADOS


A exigência do segundo grau completo para exercer cargos no executivo criou no município um novo método para concluir o segundo grau. Na verdade, os meios que seriam usados para conclusão, já eram de conhecimento logo que o novo governo tomou conhecimento da lei ainda na transição. Antes do início do novo governo, o derrame de certificados de conclusão já estava espalhado pela cidade, e de uma forma inédita, analfabetos confessos, concluíram o segundo grau em poucos dias, mesmo tendo declara na justiça eleitoral, pois a maioria concorreu na eleição passada a sua escolaridade; um inclusive declarou apenas (sei ler e escrever), seria o nosso Tiririca. As mesmas vozes que anunciavam o derrame de certificados, hoje anunciam que um grande acordo esta para ser firmado, e assim sendo, colocando um ponto final no caso. Mas por outro lado, outra fonte me informou que uma investigação paralela, e de fora do município, poderá apresentar outro resultado, e nesse caso, poderemos ter dois resultados, com provas e conclusões diferentes. Cabe ressaltar, que todo documento para ter validade, precisa ser o original, ou com firma reconhecida em cartório, por pessoa com fé pública. Tive acesso aos certificados.









quinta-feira, 13 de julho de 2017

LIXO E LIMPEZA

Com relação a situação do contrato com a empresa Serrana, que cuida do lixo, do aterro sanitário, da capina e roçada das ruas; recebi a seguinte informação:
1- O serviço é subordinado a secretária de obras, os pagamentos são ordenados pelo secretario dessa pasta.
2- A secretária da agricultura e meio ambiente faz a fiscalização dos serviços, e segundo essa fonte, desde o inicio dos trabalhos de fiscalização, já detectou irregularidades, e já obrigou a empresa a ressarcir os cofres do município; e esses valores estão sendo develvidos mensalmente.

Com relação a prazo do atual contrato, ainda está em vigência conforme a lei, e que apesar das prorrogações anteriores, ainda é possivel mais uma prorrogação de 12 meses.  E que, em caso de nova prorrogação, certamente o município terá uma economia, pois um novo contrato certamente vai ser com preços atualizados e corrigidos. Cabe ao prefeito e ap secretário getal decidir sobre o caso.

CARGOS DO PMDB NI GOVERNO

Recebi a informação de um membro da executiva, sobre a participação do partido no governo. Segundo essa pessoa, o partido participa com apenas 22 cargos de Cc, e que não tem indicações na OJAC. Todos is mais de 100 cargos terceirizados nessa empresa, são dos boeiras, ou seja, do preceito e de seus irmãos, nuitos de Monte Alegre. Disse ainda, que é pir meio da terceirização que o clã dos boeiras emprega os parentes, e burla a lei do NEPOTISMO.

TURNO ÚNICO

Segundo uma fonte, o prefeito já orienta a sua base para votar contra o projeto, percebeu que pegoy muito mal a sua intenção de implantar turno único.  E caso no futuro a economia venha a piorar, joga ni legislativo a culpa.

CONDENAÇÃO DO LULA NA LAVA JATO

A sentença do juiz Sergio Moro, condenando o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, comprova aquilo que eu venho falando já faz muito tempo. Ou seja, é fundamental a participação do Ministério Público nas investigações , pois o MP tem o poder para investigar e em co junto com a polícia, seja ela federal ou estadual, fazer um trabalho sério e isento, sem pressão política.  O caso da Petrobras é um exemplo, a Câmara dos deputados instalou um CPI, que nada apurou, se não  fosse  a atuação da polícia Federal e do ministério público, nada tinha acontecido. Por isso, mais uma vez volto a frisar, é de fundamental importância uma investigação nos certificados e no nepotismo aqui no governo municipal.

terça-feira, 11 de julho de 2017




















TURNO ÚNICO


O projeto que institui o turno único por noventa dias será votado na próxima sexta feira, numa sessão extraordinária vai apreciar. Os vereadores vão decidir se o novo horário deve ou não ser adotado, por meio de postagens nas redes sociais, os vereadores estão consultando a população sobre esse fato, e como já era esperado, o a população é totalmente contra. Na verdade, o prefeito inchou a máquina, cedeu às pressões do empreguismo do PMDB, partido do seu vice, e encheu a prefeitura de apadrinhados, e ao contrário daquilo que prometeu na campanha, ao invés de cortar 30% dos CC, superou o governo do partido dos trabalhadores (PT), e foi além, manteve mais de uma dezena dos cargos de confiança do PT. Usou e abusou das contratações via terceirizadas, superou o seu antecessor, e ao contrário das promessas, encheu o governo de pessoas desqualificadas, de pessoas que conseguiram por métodos não tradicionais concluir o segundo grau, chegamos ao cúmulo de ter motorista para secretário que não sabe sequer dirigir um automóvel, a onde tinha um chefe, agora tem dois ou mais, e pretende enfiar goela abaixo uma redução de horário, que vai apenas penalizar o contribuinte, pois o tempo para realizar um trabalho vai aumentar, veja o caso da secretaria de obras, para realizar um serviço no interior, terá de se deslocar mais vezes para realizar o mesmo serviço, aumentando assim os custos. Caso o prefeito queira economizar, deve cortar CC, analisar as contratações feitas sem critério, fazer a auditoria em todos os contratos vigentes, e ficar atento aos novos contratos, um deles é com a empresa responsável pelo lixo, que comento abaixo.



O LUXO DO LIXO

Um dos grandes problemas do mundo moderno é o lixo, mas por outro lado, o lixo é um grande negócio, e as empresas do ramo, transformam o lixo em luxo. Nas grandes metrópoles, o lixo envolve bilhões, e é disputado por grandes grupos, o negócio é muito bom, tanto que aqui na nossa cidade, a empresa que antecedeu a atual era segundo informações do estado do Rio de Janeiro, e atual vem do estado vizinho se Santa Catarina, mais precisamente da cidade de Joinville. Nossa cidade tem coleta seletiva de lixo, e aterro sanitário, ter um aterro sanitário é privilégio para pouquíssimas cidades, hoje devidos às leis ambientais, conseguir a liberação para implantação de um aterro, é algo quase impossível. Mas o nosso segundo essa fonte, corre sério risco.

O contrato entre o município e a empresa Serrana, que esta em vigor a mais de 04 anos, nunca foi cumprida na sua integralidade, causando prejuízos ao erário municipal, e o prefeito que quer reduzir gastos devido à queda na arrecadação, deveria mandar seu jurídico analisar o atual contrato, alias, o prefeito encheu seu governo de advogados (as), atendeu o PMDB na integra. Com relação ao descumprimento das obrigações, vou citar o caso dos Containers e de um caminhão adequado para a esse tipo de coleta. Mas vou além, a empresa segundo uma fonte de dentro do governo, teria terceirizado os serviços no aterro sanitário para uma empresa que não é do ramo, e segundo documentos, a empresa responsável pelo aterro é do ramo da alimentação, mais precisamente um restaurante, caso essa informação seja verdadeira, algo precisa ser feito, como falei anteriormente essa informação veio de dentro do governo, se for procedente é preciso verificar se o contrato permite, se não permite, é uma irregularidade grave. Mas a carteira do funcionário que cuida é assinada por uma outra empresa.Volto a frisar, o contrato entre a empresa Serrana e o município, é do governo passado, mas o novo governo herda o bônus e o ônus, cabe ao atual prefeito, ao secretário da agricultura e do meio ambiente, fiscalizar e cobrar o comprimento, à final são eles que autorizam os pagamentos, e são eles os responsáveis, e em caso de pagamentos indevidos, devem ser responsabilizados.

Ainda segundo essa fonte, o contrato dos serviços do lixo, vence no segundo semestre, mas o prefeito o seu maior partido da base o PMDB, pretendem prorrogar, a exemplo do prefeito passado, deixa vencer e depois aplica um contrato emergencial e vai prorrogando, aditivado, empurrando com a barriga. A grande pergunta, a pergunta que não quer calar, é por qual motivo estariam os nossos gestores querendo evitar uma nova licitação? A regra é clara, venceu licita, quer economizar, a licitação é o caminho, afinal vence o melhor preço, que pode ser inclusive a empresa atual. Mas não me venham com chorumelas, não basta ser honesto, tem de parecer honesto.

Ainda com relação a possível prorrogação do contrato do lixo, o prefeito antes de assumir se mostrava contrariado com as prorrogações feitas pelo prefeito do PT, que no apagar das luzes prorrogou contratos e deixou o atual de mãos atadas, estaria o atual contaminado pelo mesmo vírus? Qual seria o motivo da mudança? O certo é que o prefeito e seu secretário responsável por esse serviço precisam explicar e deixar tudo bem esclarecido, não estou acusando ninguém, mas o homem público deve explicação e a transparência é uma obrigação para com seus contribuintes. Além disso, se o prefeito quer economizar, que o município fique com o produto da venda do lixo reciclado, que é entregue de graça para meia duzia de pessoas ligadas ao ex-prefeito, somente com o produto da venda do lixo reciclado, o município teria uma renda maior que a alegada redução nos custas com o turno único.


Quero ainda lembrar o prefeito, que o seu vice é do PMDB, o partido mais carguista do planeta, e que, adora assumir o governo sem ser eleito.

Alias, com relação ao PMDB, quero lembrar o prefeito, que no dia que a ala dissidente do partido perdeu a convenção para a vereadora, logo em seguida, se reuniu com a candidata do partido progressista (PP), e acertou que o atual prefeito seria desistiria de sua candidatura e seria vice dela, com um acerto de seis secretarias para os que estavam apoiando o candidato Amadeu, e que ele seria o secretário de obras. O acerto só não se consumou, pois na segunda feira logo cedo o então candidato me consultou da possibilidade e eu não aceitei, disse que estava fora, e ele me pediu alguns minutos, pois ia consultar alguns candidatos a vereador de seu partido e do PPS, e em menos de meia hora me retornou dizendo que seus candidatos também não aceitavam e que com nosso apoio a sua candidatura era irreversível. Apesar de ele atribuir a minha pessoa a vitória apertada, ele deve minha pessoa parte da manutenção de sua candidatura. Obra o olha prefeito, aqueles que queriam entregar tua cabeça ao partido progressista hoje estão no governo, e mandando.







quarta-feira, 5 de julho de 2017













PRA NÃO DIZER QUE NÃO FALEI DAS FLORES


Uma das medidas para verificar a influência- e a independência- de um meio de comunicação é a intensidade dos ataques que ele recebe de todos os lados.
Ataques é diferente de crítica, bem entendido. Ataque significa caluniar e difamar quem incomoda porque é independente e influente.

Com a mesma tranquilidade e imparcialidade que faço uma critica ao governo municipal, faço um elogio ser merecer, sem me preocupar, pois entendo que é assim que deve ser.






SAÚDE



A pasta mais criticada nos últimos meses começa a dar a volta por cima, conversei com o secretário da saúde, Douglas, que apesar das criticas que fiz ao setor, nunca deixou de conversar comigo, e ao contrário da maioria, aceitava as criticas, pois sabia que eram justas. Mas o secretário me informou que já contratou vários médicos (as), e que esta suprindo a falta, e que em breve todas as unidades de saúde contaram com um profissional. Segundo o secretário, em breve o município não vai mais ter problemas no atendimento, nas UBS e nem filas para exames, e/ou cirurgias. Sem dúvida alguma é uma ótima noticia, e contrariando as previsões, o secretario durou mais que 45 dias na pasta, e certamente vai ficar os quatro anos, contra a vontade geral, ou do geral. O povo precisa de atendimento médico, e a saúde estava péssima, espero que realmente as coisas melhorem desejo sorte ao secretário.





TRÂNSITO


O departamento responsável pelo setor vem realizando mudanças no trânsito, com o objetivo de melhorar a trafegabilidade nas ruas da cidade. Todos nós temos a noção, a mobilidade urbana, é um dos grandes problemas da sociedade, por isso, é preciso criatividades para colocar em prática, pequenas mudanças, que sem custo, facilitam a mobilidade. Das mudanças realizadas, entendo que a mão dupla na Rua Ramiro Barcelos na quadra do Zezinho, foi inócua, mas a retirada de parte do estacionamento na Rua Inácia Vieira e na Júlio de Castilhos, foi de grande valia, vai agilizar e sem custos. Entendo que a proibição de travessia na Militar pelo Marechal Floriano, foi um grande equivoco dos autores, pois obrigaram todos que querem chegar ao centro, uma única opção que é através da Avenida Moreira Paz, entende que o que deveria ser feito na travessia pela Marechal Floriano, seria proibir a conversão à esquerda nos dois sentidos. Mas as mudanças são positivas.


TURNO ÚNICO



O prefeito pretende implantar o novo horário, mas não tem a mínima noção se vai resultar em economia aos cofres do município. Na verdade, o prefeito não tem ao que tudo indica noção o que poderia fazer para reduzir custos, quer fazer uma experiência, se der certo maravilha, se não der, também não tem problema, afinal quem vai ter menos tempo para ser atendido é o contribuinte que paga o salário dele, e de seus afilhados, que alais, é um ótimo salário. Ao contrário de nosso prefeito, o de Monte Alegre, apresenta um projeto audacioso de redução de custos, demitiu secretários, acumula funções, e anuncia redução de sua diária em 20% e dos demais servidores a redução é de 10%, demostrando na prática a intenção de cortar gastos, já o nosso quer apenas reduzir atendimento e oferecer mais tempo de folga para os funcionários. Minha sugestão é que ele reduza o horário no verão, pois ai com a tarde livre e mais o horário de verão, sobra tempo para seu povo curtir o sol, pegar uma piscina, as moças se bronzear, agora com frio nada disso é possível. Ainda com relação ao corte de gastos, o prefeito de Monte Alegre, me disse que viaja sozinho, sem comitiva, sem fotógrafo para fazer fotos do chefe. Não tenho duvidas que a redução não vai beneficiar o povo, e se o prefeito quer cortar gastos tem de demitir o excesso de apadrinhados no governo, cortas secretarias, departamentos, o da coordenação da juventude seria um, mandar embora os CC do governo passado, que ele tanto critica, mas que esquece que eles que estiveram com o partido dos trabalhadores (PT), por oito anos, contribuirão com a gestão passada que ele critica vários desses que hoje estão entre seus homens de confiança estavam no governo que pagava horas extras para CCs, e certamente também usavam desse expediente. Na verdade, o povo paga o prefeito para governar, não para fazer experiências.






terça-feira, 4 de julho de 2017

PROJETO DEVOLVIDO

Quando falo que o prefeito é um homem simples, sem conhecimento da administração pública , sem intectualidade, não tenho o objetivo de diminuir as qualidades do chefe do executivo.  Mas falo tambem, que o prefeito é honesto e bem intencionado; mas de boas intenções o inferno esta cheio. Dito isso, vou reforçar aquilo que tenho falado por reiteradas vezes; ou seja, o prefeito é muito mal assessorado, seu primeiro escalão é uma tragédia, com algumas exceções.  Tanto que, o projeto que trata do meio turno, foi devolvido pelo presidente da Câmara, pois estava incompleto, mandatam o projeto sem a exposição de motivos e sem a assinatura do secretario. Uma verdadeira várzea, uma bola nas costas do prefeito, o prefeito não precisa pagar esses micos. Ta na hora do prefeito exigir mais competência dos seus subordinados.

LICENÇA INTERRESSE

A lei é clara, funcionário público que ainda cumpre o estágio probatório não pode pedir LICENÇA interesse. Mas como aqui no município tudo pode, e acaba gerando uma nova jurisprudência, como é o caso dos certificados de conclusão do segundo grau, no final do governo passado, uma permuta entre os prefeitos que estavam deixando seis cargos, possibilitou que uma funcionaria que ainda estava cumprindo o estágio probatório, se licenciar do cargo e ocupar outro em outro município ganhando cinco vezes mais. Esse ato é ilegal, e o MP deve tomar as medidas cabíveis contta os dois ex-prefeitos, e determinar que os atuais estabeleçam o comprimento da lei que rege o funcionalismo público. Realmente é um absurdo, maus políticos em plena a lava jato, ainda agem ao arrepio da lei.

segunda-feira, 3 de julho de 2017






MOINHO


O projeto polemico ao que tudo indica vai ter um desfecho final, após intensa discussão, e troca de farpas entre o executivo e legislativo, o projeto vai cumprir os tramites e vai para votação. Isso tudo só foi possível, após a ação do Ministério Público, que entrou na lide após uma solicitação do presidente da câmara. A ação do MP resultou na assinatura de um termo de ajustamento de conduta pelo moinho. Isso tudo ficou estabelecido após um exame detalhado da documentação firmada entre a empresa e o município, que segundo fiquei sabendo, essa documentação foi mal elaborada, facultava ao moinho reembolsar o município, pagando o valor da área doada, ficando livre de todas as responsabilidades, ainda segundo auscultei, inexistia a possibilidade de obrigar o moinho a sair do atual endereço. Assim sendo, o promotor fez do limão uma limonada, e obrigou o empresário a aplicar 6% de seu imposto devido, aqui em Vacaria, em projetos sociais e culturais, garantindo assim um valor de quase meio milhão de reais, que eram aplicados em outros municípios. Por isso, temos que ressaltar a importância de fiscalização por parte dos vereadores dos atos do executivo, pois se tivessem sido subservientes ao prefeito, esse acordo firmado pela promotoria, teria passado batido.

O prefeito municipal falando na rádio Esmeralda, mais uma vez deixou claro que, não sabe nada de seu governo, desconhece a administração, isso fica evidente cada vez que usa a imprensa. O prefeito jogou a culpa na câmara pela demora na aprovação dos projetos, e disse que seu governo não faz distinção no tamanho da empresa, de empreendimento, mas a realidade é muito diferente, na prática, seu governo se preocupa apenas com os grandes como o Moinho, pois a secretaria do planejamento, e seu irmão, o todo poderoso do governo, fazem exigências para conceder um alvará para uma pequena empresa, e/ou um pequeno empresário, que deseje abrir seu negócio, a atual administração, desconsideram a lei estadual, e dificulta ao máximo a vida do pequeno, fazendo exigências absurdas, como é o caso do plano de prevenção de incêndio para risco baixo, dispensa a apresentação de projeto e o pagamento de RT, sendo aceita pelo corpo de bombeiros, mas no governo dos boeiras, que o prefeito alega que incentiva a instalação de novas empresas, é exigido projeto com pagamento da referida taxa (RT). Mais uma vez o prefeito fala uma coisa, e seus comandados fazem outra. Jogar a culpa na câmara e jogar para torcida é fácil. O certo é que para o mini empresários o tratamento é diferenciado, ou seja, mais barreiras, mas taxa mais demora.

REDUÇÃO NO HORÁRIO

Ao falar do turno único, mais uma vez deixou claro que não tem a mínima noção de administrar, a diferença entre aquilo que ele fala e faz é astronômica, tanto que afirmou que não sabe que a redução vai reduzir custos, disse que não foi feito um estudo, vai implantar por 90 dias, se der certo, ótimo, caso contrário, volta ao horário normal. Brinca de ser prefeito.  O prefeito sabe que apesar da crise, ele permitiu que outros comandantes inchassem a máquina, implantou a maior empreguismo da história, encheu de parentes, terceirizou o comando, não manda no governo, o povo que votou nele, não sabia que estava elegendo o seu irmão. Reduzir horário não reduz custos, alias, ele afirmou que não tem noção, na verdade, seu governo não tem noção, é pífio, se não mudar o rumo vai ser o pior da história.  Caso ele realmente queira reduzir custos, deve mandar embora os importados de monte alegre, os CC do ex-prefeito que ainda estão no governo, e aqueles que na campanha o chamavam de analfabeto e que hoje ocupam altos escalões. O prefeito riscou o disco, só fala que cortou horas extras, mas se fez, não fez mais nada que a obrigação, ele se elegeu prometendo cortes, nas horas e nos CC.

Caso queira reduzir custos, ele deve de reduzir as viagens sem eira nem beira para Brasília, onde leva sempre uma comitiva, chegando ao cúmulo de levar assessor de imprensa para fotografar ele e seu mano. Reduzir custos é cortar na carne, o discurso demagógico e fantasioso serviu para enganar parte do povo ao longo de sua campanha, mas agora precisa assumir o governo, que ao que tudo o indica ainda não tem a mínima noção, e seu discurso esta totalmente desprovido da realidade do município.

domingo, 18 de junho de 2017






O GOVERNO APÓS SEIS MESES DE INÉRCIA



Após completar quase duzentos dias no comando do município, o prefeito Amadeu, demostra que não estava preparado para o cargo de prefeito, não tem a mínima noção, não disse a que veio, é um fracasso total; ao que tudo indica, vai ser o pior prefeito da história de Vacaria.

Mas antes de analisar os seis meses de seu governo, quero comentar alguns fatos da campanha, me mantive calado por esse tempo, mas devido a alguns comentários feito pelo prefeito para membros de seu governo, entendo que preciso fazer um breve comentário sobre alguns fatos.


Ao longo da campanha, aconteceram vários fatos lamentáveis, a campanha nos últimos 15 dias, descambou para uma baixaria sem precedentes, armações, calúnias contra a honra ultrapassaram os limites, esses ataques, eram contra o candidato Amadeu, e aqueles que estavam na linha de frente da sua campanha. Acontece que logo após a eleição, por diversas vezes, escutei de pessoas ligadas ao prefeito atual, que ele atribuía a minha pessoa, a pequena diferença entre ele e a candidata do Partido progressista (PP), mas acontece que ,segundo pessoas de dentro do governo, sempre que alguém o indaga, por que eu não estou no governo, o prefeito novamente faz referência a um áudio criminoso que fui vítima, uma armação feita por um membro da campanha do PP, certamente o autor da armação fez esse áudio, pois ficou sabendo que eu descobri que ele que estava contratado para criar o Facebook do candidato, estava trabalhando para a candidata que ficou em segundo lugar, alias ele tinha inclusive a senha. Considerando que o prefeito e seus asseclas ao que tudo indica têm problemas de memória, quero lembrar eles, que mais pessoas foram citadas nas armações, e que o próprio candidato e atual prefeito, também foi alvo de revelações. A vida pregressa do prefeito, e a sua ficha corrida, vieram à tona, a sua ficha na área civil, criminal e empresarial, seus adversários tornaram público, ações contra o prefeito, dividas, e inclusive um fato envolvendo um crime contra a vida, todos nós sabemos que crimes contra a vida as pessoas não toleram, e ao contrário daquilo que ele e seu irmão afirmam, foi o fato criminal envolvendo sua pessoa, que quase custou a sua derrota. Ao contrario daquilo que ele e seus asseclas dizem, a sua ficha divulgada nos últimos dias, quase custou à eleição. Além do fato criminal, uma simulação de transferência de bens, para não pagar uma condenação, também pegou muito mal junto aos eleitores, e ele só não perdeu a eleição pela falta de habilidade de seus adversários. Ao contrario daquilo que ele afirma. Eu e minha turma de dissidentes do PP fomos decisivos para sua vitória, alias, a candidata que ficou em segundo lugar admitiu isso em uma entrevista após a campanha. Nunca barganhei cargos no governo, nunca pedi nada ou indiquei alguém, na verdade todos tinham como certa a minha indicação para secretário. A minha ficha é limpa, aquilo que tentaram inventar na campanha foi uma calunia, mas com relação aos outros fatos, existem documentos comprovando.



DANÇA DAS CADEIRAS



Ao longo da campanha, o candidato e atual prefeito, fazia das criticas ao prefeito do PT, o seu cavalo de batalha, eu andei junto com ele, por isso, poucos ouviram tanto suas promessas (mentiras), quanto eu; dizia ele que no seu governo, não teria dança das cadeiras, e que ele daria um prazo para os indicados, e caso não mostrassem serviço, ele bota na rua. Passados seis meses, da pra contar nos dedos de uma mão quem tem capacidade, e ao contrario das promessas, segundo fontes do PMDB, em breve a dança das cadeiras, vários vão mudar de lugar, obras habitação, assistência social, mas ninguém vai ser demitido.

O desgoverno esta instalado, o prefeito não manda, suas ordens não são cumpridas, ele é criticado pelos seus comandados, o fogo amigo pega geral, tanto que o secretário da saúde disse na câmara que o setor de licitação não sabe licitar, e joga a culpa pelo seu insucesso nas licitações e no jurídico. Por outro lado o chefe da guarda não cumpriu a sua determinação de 40 horas extras para cada guarda, e ainda fez pesadas criticas ao prefeito, quero ressaltar que as criticas são verdadeiras e merecidas. O corte de 30% nos cargos de confiança que ele prometeu, ficou restrito aos CC do governo passado, pois ele manteve dezenas de petistas no seu governo. O seu governo tem quase o dobro de CC em relação ao governo anterior, segundo uma fonte, na OJAC o numero já bateu a casa de uma centena, considerando que o numero máximo é 106 contratações, em breve vai faltar vagas no SINE municipal. Nunca na história desse município, se empregou tantos parentes do prefeito, segundo pessoas do governo, entre irmãos, sobrinhos, cunhadas, a afins, a família emprega mais de duas dezenas no município, a maioria via terceirizada para burlar a lei do nepotismo, cabe lembrar que a lei veda o emprego de parentes inclusive via terceirizadas. Com relação a esse abuso, esta mais que na hora dos vereadores e/ou do Ministério Público tomarem as medidas cabíveis, não podemos admitir que a lei seja desrespeitada dessa forma.


Apesar de um crítico do governo passado, o prefeito se utiliza dos mesmos métodos para tentar governar, ou seja, compra vereadores da oposição, da mesma forma que ele se vendeu, por cargos para amigos e parentes dos vereadores, compra membros da imprensa empregando esposas, irmãos e etc.

Na verdade, o prefeito perdeu a credibilidade antes mesmo de assumir, quando tentou por meio de uma jogada com o ex-prefeito mudar a lei que exigia o segundo grau para ingresso no serviço público municipal. Mas a emenda foi pior que o soneto, pois não conseguindo mudar a lei, aceitou que analfabetos funcionais, conseguissem concluir o primeiro e o segundo grau por métodos não convencionais.


Ao longo de seis meses, a única realização foi um camelódromo para abrigar os Senegaleses, e adquiriu algumas máquinas com o dinheiro deixado no caixa pelo ex-prefeito.


Agora esta prestes a anunciar o PDT como novo integrante do governo, mesmo após ver fracassada a sua tentativa de comprar o vereador Fernando, que recusou uma secretaria e já afirmou que caso seu partido entre no governo ele não vai mudar de posição, continuara no bloco oposicionista.


Lamento, mas em seis meses de desgoverno, não existe nada que possa ser apontado como positivo, e segundo fontes do governo, o atual prefeito, afirma que esta arrependido, e que ser prefeito apesar dos 17.000,00 de salário, é um péssimo negócio. Certamente a população de Vacaria, pensa igual ele, ter ele de prefeito, é um péssimo negócio. Está mais que na hora do prefeito parar de falar em queda na arrecadação, em crise, e ao mesmo tempo não para de colocar apadrinhados e comprados no governo.