quarta-feira, 4 de maio de 2016


VACARIA NA TV


Mais uma vez nossa cidade é manchete no estado, infelizmente por uma péssima noticia dessa vez o fato envolve maus tratos a uma criança praticados por uma professora; mas dessa vez o fato se tornou noticia estadual, devido à falta de ação, de providências do prefeito e da secretaria da educação. Acontece que, esse fato aconteceu já faz um bom tempo, e mesmo sendo do conhecimento da administração, o fato foi ignorado, tentaram por panos quentes; e só nessa segunda após o fato atingir as redes sociais, com compartilhamentos dos diálogos e com a possibilidade concreta da mídia estadual apurar o fato que surgiu uma nota de esclarecimento e que a imprensa local noticiou o fato. Na verdade, a entrevista lamentável da secretária, da uma ideia da importância que a administração deu ao fato; mas agora tudo esta a cargo da policia civil e do delegado Anderson, que certamente vai esclarecer o fato. A verdade é que esse fato já era público desde o inicio do ano letivo e o prefeito não agiu, botou panos quentes.



CANDIDATURAS E COLIGAÇÕES.


Com relação a candidaturas, é preciso esclarecer, que nem todo o pré-candidato vai ser um candidato; a maioria é apenas balão de ensaio, ou não tem a mínima chance. de enfrentar uma eleição. Por isso, vamos com muita calma no que diz respeito aos possíveis candidatos. Por vou comentar por partes.


VIA POPULAR


A via popular, ao que tudo indica vai se resumir a dois partidos, PT que governa Vacaria e PDT que tem a vice-prefeitura, isso tudo devido à proibição do diretório estadual do partido dos trabalhares que vetou coligação com partidos que votaram favorável ao processo de afastamento da presidenta, que é o caso do PTB, PR e PV.


PMDB

O maior partido de Vacaria, dificilmente terá candidatura própria, apesar da sua pré-candidata esta em campanha, os números dela na pesquisa feita pelo partido indicam que ela não tem chance de ganhar a eleição e muito menos de coligação com ela na cabeça de chapa. A tendência do partido é coligar com o PSDB indicando o vice. Numa ampla coligação com PSB, PPS, PSD e Solidariedade. Acontece que a pesquisa que o partido fez recentemente aponta um disputa acirrada entre o candidato do PT e Amadeu Boeira, e como a maior meta do PMDB é tirar do poder o partido dos trabalhadores, essa me parece a melhor estratégia.


PARTIDO PROGRESSISTA (PP)

A estratégia do partido progressista é a mesma usada nas últimas eleições, ou seja, um nome novo, que não é politico, que não é conhecido, que é administrador, que é sério, que é do bem. Mas diferente de outras campanhas, essa é curta, apenas 45 dias, e com uma crise financeira, e com uma legislação eleitoral que não permite excessos no marketing. Mas além do candidato que é novo, a equipe escalda para organizar a campanha também é nova, e promete revolucionar a campanha, já montou um grupo de notáveis e de intelectuais, escolhidos a dedo para uma campanha inédita. Mas segundo fontes, o candidato do partido alheio a esse grupo, vem mantendo contados e buscando apoios de todos os setores. Com relação à coligação, ao que tudo indica o partido vai com chapa puro sangue, e segundo seus dirigentes, quem quiser coligar vai ter de aceitar apenas compor a chapa, pois no entendimento deles, o candidato do partido é favorito para vencer o pleito e quem quiser participar vai ter de aderir sem fazer parte da chapa majoritária. Na verdade essa estratégia mostra que o partido não quer ninguém com vinculo com o PT e seu governo, apesar da maioria da executiva ser favorável a uma coligação com PTB o partido mais fiel ao prefeito.


DEM


O partido promete lançar candidato, mas não acredito, na verdade o partido tem uma nominata completa para vereador, e não vejo nos três pré-candidatos densidade eleitoral para enfrentar uma campanha em carreira solo.

terça-feira, 3 de maio de 2016


CRECHE

O fato que aconteceu numa creche do município, agora veio a público, passado quase um mês do fato, e/ou da denuncia, somente na tarde de ontem o executivo tomou posição através de uma nota de esclarecimento; na verdade, o executivo não tomou as providências quando deveria ter tomado. A falta de ação proporcionou essa anda de protesto e de boataria, ao agir assim, prejudicou a imagem do setor e das pessoas envolvidas, afinal não podemos condenar ninguém antes de uma profunda apuração. Cabe ressaltar que esse fato, é um fato isolado, pois o atendimento das creches é de alto nível, e seu corpo de funcionários qualificado e dedicado; não podemos generalizar.


COLIGAÇÃO E O EFEITO DILMA

O diretório estadual do partido dos trabalhadores (PT) decidiu que o partido esta proibido de coligar com qualquer outro partido que tenha votado e/ou se posicionado a favor do empeachement, no caso de Vacaria, essa proibição atinge em cheio a via popular, pois o PTB um dos principais partidos de sustentação do governo votou contra os interesses da presidenta, se posicionando favorável ao processo; além disso, o PTB divulgou nota de repudio ao executivo por meio de seu presidente. Assim sendo, fica impossível a manutenção da atual formação da via, pois a resolução atinge ainda o PR e o PV.  Não acredito na candidatura solo do PTB, certamente o partido vai procurar outra coligação, pois apesar da boa nominata ao legislativo, não teria a mínima chance com candidato próprio a executivo, segundo fontes o PP é o preferido para coligar. Resta saber qual será a posição do prefeito com relação aos cargos do partido trabalhista brasileiro, pois sem a possibilidade de coligar não tem sentido manter os cargos de um partido que vai ser adversário.


INVASÃO NO KM 05

Foi procurado hoje pela manhã, por uma grupo de pessoas que invadiram um terreno baldio no Km 05, segundo eles, ao contrário do MST, a ocupação foi pacifica e ordeira, por isso, queriam ajuda para viabilizar água no local, pois estão instalados sem água e sem luz. Segundo essas pessoas, não conseguiram sequer uma orientação na assistência social, recomendei que procurassem o gabinete do prefeito, alias, o partido do prefeito como defensor das invasões do MST e dos sem tetos deve buscar uma solução para essas famílias.


INVASÃO DO MST



Conversei com proprietários das terras invadidas pelo MST, os fatos narrados por eles sobre a ação dos invasores, segundo eles a ação é organizada de forma a surpreender os proprietários, e um fato que chamou a atenção foi à visita na tarde anterior à invasão de um suposto fiscal do INCRA, que segundo o proprietário foi na tarde anterior se informar de uma área que supostamente estaria para ser desapropriada.





INVASÃO DO MST


Conversei com proprietários das terras invadidas pelo MST, os fatos narrados por eles sobre a ação dos invasores, segundo eles a ação é organizada de forma a surpreender os proprietários, e um fato que chamou a atenção foi à visita na tarde anterior à invasão de um suposto fiscal do INCRA, que segundo o proprietário foi na tarde anterior se informar de uma área que supostamente estaria para ser desapropriada.Certamente um mero acaso, muito comum nos governos do PT.





segunda-feira, 2 de maio de 2016

INVASÃO DO MST

Segundo fui informado, o proprietário da área invadida pelo MST, já conseguiu na justiça a reintegração de posse, a desocupação deve ser feita pelas brigada militar. Mais uma vez a justiça foi feita, pois esse movimento que invade terras é um movimento politico.









CANDIDATOS


O partido dos trabalhadores escolheu o nome do vice que vai integrar a chapa com o vereador do PDT, o ex- secretário da agricultura foi o nome escolhido para tentar manter a via no poder; a secretária da educação foi sua concorrente dentro do partido.


Ainda sobre candidatos, agora temos três candidaturas confirmadas, PSDB-PP e a Via Popular que representa o partido do Lula/Dilma, ainda existe a possibilidade tem outros partidos lançarem candidaturas próprias, pois tem vários pré-candidatos, como é o caso do DEM, do PTB e do PSB. Na verdade, com exceção da via popular, todos os outros partidos tem com objetivo principal, tirar o PT do governo, acontece que caso venha a se confirmar mais candidaturas, a possibilidade de vitória do candidato da via popular aumenta muito.


Ainda com relação à via popular, estou aguardando a posição do PTB, pois seus lideres sempre afirmaram que a condição de permanecer na via era estar na chapa majoritária. Além disso, o partido através de seu presidente o vereador Marcos lima, lançou uma nota de repudio ao executivo nas redes sociais, segundo a nota, membros do partido que trabalham no governo, estariam sendo pressionados e/ou sofrendo perseguições. A nota é pesada e deve estremecer ainda mais as relações entre os dois partidos. Cabe lembra que o PTB nacional saiu do governo e vota pela saída da presidenta.


PRÉ ESCOLA

Um fato envolvendo crianças numa creche do município, esta gerando polemica nas redes sociais, não tenho uma informação precisa sobre esse fato, apenas boataria, por isso, não vou me aprofundar no caso, mas o executivo precisa se manifestar sobre esse fato.

sexta-feira, 29 de abril de 2016

Na corrida pela prefeitura, os partidos buscam a melhor formação, coligar é preciso, mas coligar bem é o caminho, por isso, as pesquisas passam a ter um papel fundamental nesse processo. Tive acesso à pesquisa encomendada pelo PMDB, a primeira após a desistência do ex-prefeito Pegoraro; com relação aos números, nem uma surpresa, alias numa conversa com Eclair da Rosa, semana passada, essa foi a nossa previsão. Na verdade a surpresa foi os votos do ex-prefeito, que migraram para os outros candidatos, outro fator que me chamou a atenção na pesquisa, foi à rejeição de alguns candidatos, e a rejeição pode ser um fator decisivo. O fato de ser desconhecido pode ajudar, mas pode também ser um complicador, pois a campanha é curta, curta é a memória do eleitor. Uma coisa é certa, quanto mais candidatos na disputa, maior a chance do candidato do PT, por isso, já estou desconfiando, que algumas candidaturas de ex- membros da via e até de atuais membros possa ser uma estratégia do PT para enfraquecer a oposição, depois lá na frente em caso de vitória eles dividem o bolo.

quarta-feira, 27 de abril de 2016

SAÚDE

A exemplo daquilo que acontece no governo federal, governo do PT, a saúde aqui em Vacaria nunca foi prioridade. Ao longo de quase oito anos desse governo, a saúde nunca foi tratada como prioridade, temos vários exemplos para justificar essa afirmativa. Podemos começar pelo comando da pasta por mais de sete anos, a responsável se caracterizou por perseguir funcionários, e por uma gestão truculenta no trato com o setor; as negociações com o hospital local sempre foram deixadas em segundo plano, a renovação do contrato sempre foi uma novela. Agora mais uma ladainha, mais uma novela, dessa vez o tema é a UTI, a possibilidade de fechamento, por falta de recursos, e novamente o prefeito diz que precisa um esforça de todos os municípios para viabilizar a manutenção desse importante serviço. Na verdade, isso só pode ser uma brincadeira de mau gosto, a UTI é o coração do hospital, é impensável falar em fechamento. Mas como esperar desse governo outra atitude, se nem a vacina contra a gripe H1N1, esta disponível para os grupos de risco; uma coisa é certa, ao longo do governo do PT a saúde esteve na UTI, justamente a UTI que corre o risco de fechar; é o fim da picada. Ainda bem que esse governo também esta no fim.


ELEIÇÃO



A eleição esta se aproximando, mas o cenário ainda esta indefinido, temos apenas dois candidatos confirmados, o do PSDB e o do PP; o resto apenas incertezas e especulações, inclusive o candidato da via popular que ainda tenho minhas duvidas. Temos ainda outros pseudos candidatos, que na verdade apenas buscam valorizar o passe para viabilizar uma boa coligação.  Todos os partidos estão apostando no novo, e de acordo com seu interesse, procuram definir como novo o seu candidato. A cada nova eleição a história se repete, ou seja, meu candidato é um empresário, administrador, não é politico, é um homem do povo, é serio, é honesto; como se todos esses adjetivos fossem predicados, mas na verdade, isso tudo é uma obrigação. Ser ou não ser governo, eis a questão, mas todos que se apresentaram até agora de uma forma ou de outra estiveram com o governo, em cargos, ou administrando órgãos do governo, mesmo sem ganhar nada, estiveram no governo; então sem chorumelas. Uma coisa é certa, estar na politica, não é significado de incompetência, não estar no meio politico também não é um atestado de competência; por isso muita calma nessa hora. Mais uma vez reafirmo, nem tudo que reluz é ouro, e do discursos fácil e macio até a pratica tem muita diferença.

segunda-feira, 25 de abril de 2016



COLIGAR PARA GANHAR


Uma coisa é certa, nem um partido tem cacife para vencer a eleição sozinho, por isso, coligar é uma necessidade. Oficialmente apenas o partido progressista lançou o seu candidato, mas o certo é que teremos no mínimo mais dois candidatos, dependendo das vaidades até mais que dois. O tema coligação é o assunto em pauta, conversei com vários líderes oposicionistas, e em comum a vontade de tirar o PT do poder. Nesse caso coligar bem é o caminho; ninguém quer correr risco, a pesquisa vai dizer quem é quem.

Essa eleição municipal inaugura uma nova era, apenas 45 dias de campanha, sem uma boa estrutura, impossível levar a mensagem do candidato para todos os eleitores, bons candidatos ao executivo, e o número de candidatos na rua pode fazer a diferença. A formação das coligações esbarra na vaidade de alguns candidatos, e/ou na arrogância de alguns presidentes; o PMDB encomendou pesquisa, vai avaliar o cenário para posteriormente se posicionar; acho pouco provável que o partido lance candidato para prefeito, acho mais provável uma vice, sendo o PSDB o caminho mais provável; caso se confirme deve ser acompanhado pelo DEM.

Com relação ao PTB e PSB, não acredito em candidaturas próprias, a tendência e que ambos busquem uma coligação, pois arriscar uma candidatura seria um suicídio; com relação ao PTB, a tendência é permanecer com a via popular, concorrendo sem coligar no proporcional.


Além do curto espaço de tempo para campanha, outro fator a ser considerado, diz respeito aos recursos de campanha, além da grave crise, a legislação eleitoral limita os gastos, e a maioria dos partidos esta com o caixa zerado, com chapéu na mão ou vendendo ingressos para jantas fica complicado fazer frente às despesas de campanha; o tempo de radio pode ajudar nesse caso quem estiver coligado leva vantagem.

Quero reiterar que a máquina na mão e um exército do CC pode fazer a diferença, a eleição é local, e o povo tem memória curta.

terça-feira, 19 de abril de 2016

FOI DADO A LARGADA


Agora não tem mais volta, ta na mão do povo a escolha do nosso futuro prefeito. Apesar das negativas, os nomes para a disputa já são de conhecimento público, poderemos ter alguma mudança em função das coligações. Esses são os nomes:

Amadeu Boeira (PSDB)Dagmar Dengo(PDT/PT/PTB)Jaime Perin (PP), alguém vai me perguntar e os outros, vou dizer que , com relação os outros não creio que saim candidatos, nem Elizabete, nem Dallasanta, pois o vereador não tem estofo para sair sozinho, não tem estrutura, já a vereadora, seu partido vai coligar e segundo ela própria, ela não aceita ser vice; essa é a realidade dos fatos.

Numa eleição de tiro curto, quem coligar bem leva uma certa vantagem, mas isso teoricamente, pois uma coligação que leve o PT junto, pode ser um gol contra, partidos;tentar fingir não estar ao lado do PT não cola, o povo já percebeu esse tramoias