quinta-feira, 27 de novembro de 2014

CPI DA SAÚDE



A Câmara Municipal instaurou nesta terça (25), através da portaria 112/2014, a comissão parlamentar de inquérito – CPI da saúde.
A CPI foi proposta, para investigar o gerenciamento dos repasses de verbas públicas destinadas ao Hospital Nossa Senhora da Oliveira. Além dos recursos, a CPI vai averiguar as condições do atendimento da hotelaria na ala do Sistema Único de Saúde – SUS e o atendimento do Sistema de atendimento móvel de urgência – SAMU.
A CPI é composta por cinco vereadores: Osni Domingues - PP, Elton Zulianello - DEM, Marcos Lima - PTB, Elisabete Ritter de Vargas Silva - PMDB e Romoaldo Michelon - PT.


O texto acima foi postado na pagina do facebook da vereadora Elisabete, integrante da comissão que vai apurar possíveis irregularidades na saúde no município de Vacaria. Numa análise superficial dos motivos que levaram o legislativo a instaurar a CPI, para ter mais vez à certeza que mais uma vez estamos diante de uma CPI meramente política, com objetivos claros de preservar o prefeito e sua secretária da saúde.

Acontece que, a causa que gerou esse movimento investigatório, foi à tragédia envolvendo uma jovem estudante que participava de jogos estudantis no DMD, e que passou mal, e desmaiou, e como o ginásio fica a menos de 100 metros da UPA, que também é garagem das ambulâncias do SAMU; professores e alunos correram até esse órgão para pedir socorro. Apesar da gravidade da situação, não lograram êxito, receberam um sonoro não, a alegação foi que somente a central que fica em Caxias do Sul poderia autorizar o socorro. Apavorados com a gravidade do fato, professores e alunos imploraram, exigiram socorro, mas a insensibilidade dos agentes falou mais alto, nesse caso, não restou outra solução a não ser trazer a jovem até a Unidade de pronto atendimento (UPA). Após o primeiro atendimento, que só foi possível devido à ação dos professores, a jovem foi encaminhada ao hospital, que prestou o atendimento possível, e após encaminhou a jovem para Caxias do Sul, aonde a mesma veio a falecer. A postura do SAMU gerou revolta, tanto que o policia civil instaurou inquérito para apurar o caso.


Esse episódio levou o vereador Marcos Lima a solicitar a abertura de uma CPI, para apurar possíveis irregularidades no atendimento do SAMU e da UPA; esse foi o discurso inicial. Acontece que, quando analisei os motivos e/ou proposta que levaram a instauração da CPI, e aquilo que vai ser investigado pela comissão, de cara percebi que a referida comissão quer investigar problemas na saúde, desde que não envolva o prefeito e sua secretária. Com a devida vênia, quero discordar da comissão, e vou sugerir que troquem inclusive o nome, e ao invés de CPI da saúde, coloquem CPI do hospital e do SAMU. Como denominar CPI da saúde se a comissão não pretende investigar a UPA e suas irregularidades. A Unidade de Pronto Atendimento, não cumpre as portarias do Ministério da saúde, segundo as normas, de acordo com a sua classificação teria que manter dois médicos, teria que oferecer especialistas, entre eles pediatra, teria que realizar todos os exames, tem de manter médico 24 horas e fornecer remédios. A CPI deveria investigar as UBS, a falta de médico nas unidades básicas de saúde, a falta de dentistas, de materiais, de remédios, deveria investigar as perseguições de funcionários pela secretaria da saúde, e o desmonte dos serviços da saúde da família, e os motivos da interdição de uma creche pela vigilância sanitária que é um órgão ligado a secretaria da saúde.

Acontece que, pelo que percebo, a comissão pretende apenas investigar os repasses das verbas ao hospital, e a demora no atendimento do SAMU, mas ao que tudo indica, a comissão faz vistas grossas para aquilo que é responsabilidade do executivo (do prefeito), como o caso dos obstetras que iriam parar agora no dia 28, mas o executivo pediu mais 30 dias de tolerância, a comissão governista não vai investigar o contrato com empresa que fornece e/ou fornecia serviços de ambulâncias sem as mínimas condições, não vai investigar contrato com empresa da esposa de um vereador que presta serviço de fisioterapia, que foi renovado diversas vezes; a CPI não pretende investigar a qualidade nas obras da UPA, que antes de completar um ano foi reformada pelo município, gerando custo adicional e onerando os cofres públicos. A CPI governista, ao que tudo indica, não pretende investigar o aumento na mortalidade infantil no município.


Com relação aos repasses ao hospital, concordo plenamente com a investigação da aplicação dos recursos, e com a qualidade no atendimento, pois a onde tem dinheiro público temos que fiscalizar sua aplicação; com relação à hotelaria da ala SUS, realmente as instalações são deprimente, mas cabe informar a comissão governista, que a reforma da ala SUS, foi assumida pelo executivo em conjunto com a direção do hospital; mas considerando a qualidade de todas as obras realizadas nesse governo, já podemos imaginar como será a reforma da ala SUS. Ainda com relação à saúde, a referida comissão governista, deveria investigar o transporte do marido da secretaria com veículos do município, pois quando a secretaria da saúde esteve prestando depoimento na câmara sobre outros fatos relacionados à sua pasta disse que informação sobre o transporte de seu esposo somente através de oficio ao prefeito. Na verdade, essa comissão pretende mesmo é investigar apenas o hospital e o SAMU, preservando o prefeito e sua secretaria, será mais uma grande PIZZA, como foi a CPI das horas extras, que mesmo com documentos comprovando que funcionários ganhavam a bolsa hora extra nos feriados, nas férias, que a secretaria do prefeito que não fica um minuto após seu horário também, recebia o benefício, chegou à conclusão que tudo estava correto, como esperar algo dessa que dos cinco membros quatro dão do governo, com vários cargos na administração. Quem viver vera, mais uma PIZZA com sabor PT.
































quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Hoje volto ao tema entrevista do prefeito, e quero estender o comentário a outras áreas da administração.


Certamente, o chefe do executivo local, segue a linha do seu partido a nível nacional, e usando a tese de que uma mentira repetida várias vezes, passa a ser verdade. Essa é a tese da presidenta Dilma, pois apesar das provas contundentes da roubalheira na PETROBRAS, continua afirmando que não sabe de nada, e que foi ela que mandou investigar; mas contrariando tudo aquilo que faz, no dia de ontem, liberou as emendas parlamentares para garantir a aprovação de mudança na lei orçamentária, com a finalidade de legalizar um ato irregular
Aqui na nossa querida Vacaria, o prefeito vai na mesma balada, esta tudo perfeito, ele sempre é vítima, e nossa cidade é a oitava maravilha do mundo; mas de concreto nada.


SAÚDE

No seu primeiro mandato, nosso município foi o líder em mortalidade infantil no estado; resultado da falta de saúde básica, ao longo de seu governo as Unidades básicas de Saúde e a saúde da família vivem o seu pior momento. Agora com a possibilidade de acabar com o plantão presencial dos obstetras e anestesistas a situação tende a piorar e; os riscos de novamente Vacaria liderar o ranking volta a assustar. A UPA, que foi inaugurada a toque de caixa, com fins meramente eleitoreiros, nunca cumpriu com a sua função; apenas serviu para enganar o povo e captar votos. Ainda na área da saúde, o SAMU subordinado a Caxias do Sul, apesar do esforço dos funcionários continua com os mesmos problemas, a segunda equipe que foi alvo de muita propaganda jamais entrou em funcionamento, e a ambulância que ficou exposta na praça por um longo tempo, segundo fui informado já foi devolvida. Na UPA a falta de médicos, e o descumprimentos das normas e portarias do Ministério da Saúde, jamais tiveram explicação, assim como a falta de pediatra e outros especialistas. Da mesma forma médicos de outros estados atendendo sem o CRM aqui do estado é um rotina, uma prática contumaz.

Ainda na área da saúde, uma creche foi interditada pela vigilância sanitária, segundo fontes a interdição foi necessária para evitar contaminação. Voltando a funcionar depois de efetuados os procedimentos necessários. Ainda no setor das escolas infantis e/ou creches como queiram, segundo algumas atendentes em algumas faltam ou já faltou papel higiênico, e em alguns casos apenas banana na merenda.

O aeroporto de
 Cargas, que foi explorado durante a sua campanha como uma obra de sua autoria (uma grande mentira), apesar de jamais ter participado de nada relacionado ao aeroporto, mandou confeccionar um vídeo mostrando a obra pronta, prometendo inaugurar ainda em 2012. Cabe ressaltar que nessa época tinha companhia do seu ex primeiro ministro. Hoje a realidade é outra, o local esta abandonado, apenas uma pista asfaltada, que esta fora dos planos do governo federal, e segundo o órgão responsável não esta na relação de prioridades; assim sendo, mais um grande elefante branco.

ASFALTO


O prefeito grita as quatro ventos, que as obras de asfaltamento da Avenida Samuel Guazelli na entrada da cidade, são verbas do PAC. Na verdade essas obras e outras são fruto de um empréstimo junto a Caixa federal, que serão pago pelos próximos prefeitos. Assim sendo, nada tem com obras do PAC, serão pagas com dinheiro do imposto pago pelo povo.






terça-feira, 25 de novembro de 2014

O prefeito de Vacaria, segundo ouvi dizer, concedeu uma entrevista na manha de ontem. Como não tenho o hábito de escutar esses programas de entrevistas nas rádios locais; vou comentar em cima daquilo que ouvi. E/ou li nas redes sociais. De acordo com aquilo que fiquei sabendo através de terceiros, o prefeito disse na sua entrevista; que nossa cidade vive um momento único, que suas obras são inéditas, segundo ele aqui tudo esta perfeito. Uma maravilha, essa afirmação me faz lembrar aquele belo vídeo produzido pelo executivo que mostrava uma cidade irreal, inclusive com aviões decolando do aeroporto da chapa. Ainda segundo ouvi dizer, o prefeito disse que desafia alguém a debater com ele sobre esses temas. Como sei que esse desafio é apenas uma tentativa de jogar para a torcida, vou listar alguns fatos que certamente o prefeito desconhece.

SAÚDE

Esse setor vive a pior crise da história aqui em Vacaria, o descaso de seu governo é total. Por isso vamos a uma pequena lista.

SAMU-

A burocracia que evolve esse serviço continua fazendo vítimas, decerto o prefeito ainda não tomou conhecimento da demora desse atendimento que esta subordinada a Caxias do Sul. Para refrescar a memória do (MITO), há poucos dias a demora no atendimento e/ou a recusa para atender é alvo de inquérito policial e de abertura da uma CPI na câmara. Com relação a essa CPI o requerimento partiu de um vereador de sua base. Com relação ao fato que resultou na morte da jovem, acredito que a investigação policial poderá esclarecer o fato.

PLANTÃO NO HOSPITAL


Os médicos obstetras e os anestesistas vão paralisar os serviços no próximo dia 28 de Novembro. Segundo fontes o motivo é a baixa remuneração. Ainda segundo fontes, o hospital alega que esse custo deveria ser arcado pelo município, mas segundo fontes o executivo alega falta de verba. Mas como pode faltar verba se segundo o prefeito tudo esta maravilhoso? Com relação aos obstetras, ainda segundo informações, passaram a fazer plantão de sobre aviso, como já acontece com os ortopedistas, que após serem chamados tem um prazo de três horas para comparecer no hospital. Ainda segundo fontes ligadas a saúde, em 2014 aumentou significativamente a mortalidade infantil. Imagina sem os obstetras no plantão. Com relação aos obstetras e anestesistas abaixo uma noto do sindicato médico do RS.




quarta-feira, 19 de novembro de 2014

UMA LUZ NO FINAL DO TÚNEL


SAÚDE

A tragédia envolvendo a morte prematura da jovem começa a ter outros desmembramentos. Além de ser noticia a nível estadual, a abertura de inquérito pela policia civil, certamente será um divisor de águas no setor da saúde, que envolve UPA e SAMU. A falta de atendimento e/ou de um bom atendimento nesses dois órgãos já faz parte da rotina do cidadão aqui em Vacaria. Infelizmente esse não é o primeiro caso, nem a primeira morte. Já faz muito tempo que o povo grita por socorro, mas as autoridades assistiam tudo de braços cruzados. O descaso com a saúde é um problema nacional, mas o que me interessa é aqui em e aqui vai de mal a pior. A abertura de inquérito certamente vai apontar os responsáveis, e certamente vai mudar a forma no atendimento. Não podemos mais conviver com essa situação, todo dia uma nova noticia patrocinada pela UPA e pelo SAMU, essa situação é insustentável e faz muito tempo; além do inquérito uma CPI será instalada na câmara, e certamente vai agregar informações ao caso. Com relação a CPI o lamentável é saber que sua instalação foi dificultada pelo executivo, e o mínimo de assinaturas foi conseguido com muita dificuldade pelo autor do requerimento; pois segundo fiquei sabendo a maioria não quis assinar o pedido de abertura.

Cabe ressaltar que a abertura de inquérito pela polícia civil e a CPI na câmara tiveram a sua abertura antes do caso virar noticia na imprensa estadual. Da mesma forma é preciso lembrar que um bebe também veio a óbito ha algum tempo atrás devido à burocracia do SAMU. O caso é muito grave, e por isso, precisa de respostas concretas. Chega dessa conversa fiada, afinal é sempre a mesma ladainha, médico que não é médico, que atende na UPA sem CRM, medico que briga com pacientes, medico obrigado a atender a grade do SUS pela justiça, ou é médico sendo proibido de internar pelo SUS no hospital. A realidade nua e crua aqui no nosso município é que a situação atual é a pior de toda a história.

PETROLÃO E AS DOAÇÕES DE CAMPANHA


 O escândalo envolvendo a PETROBRAS é manchete no mundo. Segundo a policia Federal e o Ministério Público Federal, o MENSALÃO e troco, os valores desviados pelo esqueça superam em bilhões, conforme os primeiros depoimentos, os valores desviados abasteciam campanhas do PT-PMDB e PP. A roubalheira financiava campanhas e enriquecia os envolvidos no maior esquema de corrupção da história. Como já aconteceu no MENSALÂO, LULA e DILMA continuam dizendo que não sabiam de nada; a única diferença é que agora a presidenta tentando jogar para torcida fala que deseja que tudo seja apurado, e que os culpados sejam punidos com os rigores da lei. Certamente a presidenta deve estar debochando da nossa cara, pois a onde de corrupção teve inicio durante o governo LULA, quando ela ocupava o ministério de Minas e Energia e era presidente do conselho de administração da empresa.  Não podemos generalizar, mas em Brasília não existe santo, lá o mais burro da concelho pra Deus; agora é difícil acreditar que um deputado que recebe doações de empresas com estreitas ligações com LULA e com o PT não esteja jogando no time; senão vejamos: Como a FRIBOI se socorre do BNDS e do PT para conseguir milhões em empréstimo vai financiar campanhas eleitorais?  Ora se a empresa esta mal e precisa de empréstimo como libera milhões em financiamentos de campanha? Que é contra esse procedimento não aceita esse tipo de doação; um exemplo foi o caso do deputado Jair Bolsonaro, que recusou doação do seu partido, pois o recurso é via Friboi. A esperança é a, última que morre, e a esperança do povo brasileiro esta depositada nas mãos da Policia Federal, do Ministério Público Federal e do Juiz Federal que cuida desse caso, que apesar das pressões continua firme e forme cumprindo lei.

terça-feira, 18 de novembro de 2014

SAMU E A FALTA DE ATENDIMENTO

O caso envolvendo a jovem que veio a óbito, é o mais grave de todos, mas não é o primeiro. O péssimo atendimento do SAMU aqui em Vacaria, já se tornou uma rotina, a demora no atendimento já faz parte do dia a dia do órgão. Com relação ao SAMU, a segunda equipe que foi anunciada pelo executivo, com exposição de ambulância, nunca saiu do papel, e o veículo segundo fontes ligadas a saúde será devolvido no dia de hoje. Ainda com relação ao caso da jovem, certamente dessa vez teremos outros desdobramentos, pois a policia civil, através da delegacia de proteção a criança e ao adolescente instaurou inquérito para apurar o fato. Abaixo a postagem publicada na pagina da face da DP de vacaria na integra.


DELEGACIA DE PROTEÇÃO À CRIANÇA E AO ADOLESCENTE DE VACARIA INSTAURA INQUÉRITO POLICIAL PARA INVESTIGAR MORTE DE ADOLESCENTE E OMISSÃO DE SOCORRO POR PARTE DE ATENDENTES DA UNIDADE DE PRONTO ATENDIMENTO DA CIDADE.
A Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) de Vacaria instaurou no dia de hoje Inquérito Policial para investigar os fatos relacionados à morte de GABRIELI VIEIRA LUNELLI, com 14 anos de idade (foto abaixo).
Por motivos que ainda serão investigados, a Adolescente passou mal e desmaiou no último dia 06 de novembro, quando participava de um evento esportivo no Ginásio Municipal de Vacaria, promovido por uma Escola da cidade.
Imediatamente, a Diretora e um Professor da Escola foram até a UNIDADE DE PRONTO ATENDIMENTO (UPA) de Vacaria, que está localizada a aproximadamente 200 metros do Ginásio Municipal, onde solicitaram que a jovem fosse socorrida, MAS, NA UPA, O SOCORRO FOI NEGADO SOB A ALEGAÇÃO DE QUE DEVERIA SER FEITO CONTATO COM O SAMU, CUJA CENTRAL FICA NA CIDADE DE CAXIAS DO SUL, PROCEDIMENTO QUE JÁ TINHA SIDO REALIZADO ANTERIORMENTE por pessoas que estavam no Ginásio.
Após, como o socorro pelo SAMU estava demorando muito, GABRIELI foi colocada dentro de um veículo comum e levada até a UNIDADE DE PRONTO ATENDIMENTO, quando, finalmente, o socorro foi prestado.
A negativa em prestar o socorro revoltou familiares da vítima e a todos que presenciaram os fatos, principalmente porque a UPA está localizada praticamente ao lado do local onde a Jovem passou mal e pelo fato das AMBULÂNCIAS DO SAMU EM VACARIA FICAREM ESTACIONADAS JUSTAMENTE NO PÁTIO DA UNIDADE DE PRONTO ATENDIMENTO.
GABRIELI VIEIRA LUNELLI morreu neste final de semana após ficar vários dias Hospitalizada.
Considerando que há suspeita de negligência por parte de Profissionais da UNIDADE DE PRONTO ATENDIMENTO (UPA) DE VACARIA, e considerando que a demora no atendimento possa ter influenciado na morte da Jovem, a Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente da cidade instaurou Inquérito Policial para apurar a prática, em tese, do crime de Homicídio Culposo.
A conclusão do Inquérito Policial depende da realização dos depoimentos de todos os envolvidos, da identificação dos Profissionais da UNIDADE DE PRONTO ATENDIMENTO que negaram o socorro e de perícias que serão solicitadas ao Instituto Geral de Perícia

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

SAÚDE

. Falar dos problemas da saúde, é chover no molhado. O descaso com a saúde do povo brasileiro é marca registrada do governo do PT (partido dos trabalhadores), que certamente estão mais preocupados em roubar os cofres públicos (MENSALÃO e PETROLÃO), os valores roubados nesses dois escândalos seria suficiente para tornar nossa saúde modelo para o mundo. Acontece que, falar da falta de médico no posto do bairro, na UPA, ou da possibilidade da paralisação dos obstetras já é intolerável; imagina da perda de uma vida pela falta de atendimento do SAMU, que foi o que aconteceu quando a jovem que participava de um evento esportivo precisou de atendimento de urgência. Segundo as informações, após a jovem desmaiar devido a um problema cardíaco foi acionado o SAMU, e devido à gravidade do caso, e a urgência que ele merecia, pessoas se deslocaram até a UPA onde fica a ambulância para pedir socorro, e repito apesar da gravidade do caso e do risco de vida, a ambulância não saiu do estacionamento sem a outorga da chefia de Caxias do Sul, como alias já ocorreu em outra ocasião e que também custou uma vida. Devido à demora, a jovem foi levada até a Unidade de Pronto atendimento, que segundo fonte foi atendida de maneira superficial, e encaminhada ao hospital. Esse fato gerou revolta e custou uma vida, ninguém pode afirmar que a demora no atendimento foi determinante para o óbito da jovem, mas o certo é que não ajudou em nada. Esse fato foi comentado pela imprensa local, e gerou um forte pronunciamento do vereador Marcos Lima (PTB), que protocolou requerimento pedindo abertura de uma comissão parlamentar de inquérito (CPI) para apurar os fatos; segundo o vereador que faz parte da base do prefeito, a responsável pelo SAMU será convocada e terá de vir até a câmara para dar explicações sobre esse grave caso. Além dela, segundo o vereador serão convocados os responsáveis pela UPA e pelas ambulâncias aqui em Vacaria. Devido à gravidade desse caso, esperamos que dessa vez a coisa funcione, e que o MP de Vacaria também se posicione sobre esse caso, que não é o primeiro.

sexta-feira, 14 de novembro de 2014

QUEREM NOS ENGANAR

O governo federal não vai conseguir cumprir com sua meta fiscal, por isso, tenta uma manobra. A presidenta que falou uma coisa na campanha, já esta agindo diferente; tenta maquiar seus gastos, para fugir da lei de responsabilidade fiscal. Mas o pior é a tentativa de buscar no congresso o aval para mais essa farsa. Na verdade o governo federal gasta muito mais que arrecada, paga juros abusivos, não tem controle, esta quebrado e sem credibilidade, as metas foram para o espaço; o dólar atinge sua maior cotação desde 2005 e mesmo assim querem vender a imagem de que tudo esta bem; que estamos crescendo. Querem nos enganar.

Aqui no nosso município, as coisas caminham na mesma direção, pouco se faz, e muito se fala. O caixa do município esta raspado, não tem dinheiro para nada. Na semana passada, fomos surpreendidos com a interdição de uma creche pela vigilância sanitária. Essa semana recebi várias ligações de pessoas que trabalham como atendente nas creches, em outras creches. Segundo essas pessoas, a situação da maioria das creches é muito preocupante, pois segunda essas atendentes, falta material de higiene e limpeza, a situação é tão crítica, que segunda essas atendentes, em algumas creches falta inclusive papel higiênico para limpar os bebes; não estão falando sequer naquelas toalhas de papel próprias para limpar as crianças após as suas necessidades fisiológicas. Mas com relação às creches quero me dedicar a esse tema na próxima semana.


Seguindo o tema da enganação, quero fazer um breve comentário sobre uma postagem do antigo secretário responsável pelas obras da praça, do entorno da Catedral e da Rua Ramiro Barcelos. Todo mundo sabe que essas obras são de péssima qualidade, e que antes mesmo de prontas já necessitavam de reformas. Acontece que o ex-secretário, ex primeiro ministro, que hoje é vereador, e que nada fez para cobrar a responsabilidade da empresa que fez a obra, hoje como vereador e travestido de oposição, fez uma postagem não facebook, dizendo que a empresa é responsável pelo serviço por um prazo de cinco anos; e que deve ser acionada pelo executivo. Considerando que segundo fontes esse vereador pretende concorrer ao cargo de prefeito no próximo pleito, a pergunta é a seguinte: Quem ele pensa que engana? Quem ele quer enganar?