sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

A ELEIÇÃO EM PAUTA


A eleição municipal de 2016 já faz parte da pauta das discussões de alguns partidos. Ao contrário do que afirma o atual prefeito, a via popular já acabou, os partidos que fazem parte da coligação apenas procuram manter as aparências devido aos cargos, tanto que já procuram partidos da oposição. O candidato do atual prefeito é o vereador do PDT, tanto que ultimamente anda colado no prefeito, sendo também o maior empregador de cabos eleitorais no município; segundo fontes recentemente colocou mais um CC na saúde num setor estratégico para fazer política. Acontece que, o vereador não é consenso na base governo, seus pares no legislativo, pois segundo eles o vereador nunca assume posições, sempre fica em cima do muro, e procura sempre estar de bem com quem esta no governo. Por outro lado, o ex primeiro ministro do governo Elói, tenta desvincular sua imagem do atual governo, mas mantem estreitas relações com o prefeito nos bastidores; e ao mesmo tempo procura se aproximar do PMDB tentando uma vaga na chapa majoritária, O sonho do ex primeiro ministro é ser o candidato a prefeito e nesse caso o PMDB indicaria o vice e/ou a vice. Considerando que o PMDB é o partido com maior numero de pré- candidatos, essa possibilidade esta descartada. Na verdade a direção do PMDB precisara ter muita habilidade para escolher um entre tantos postulantes a vaga. Entre eles a vereadora Elizabete, Iberê Orsi e o vereador Joaquim Boeira, sendo que os dois últimos com melhor trânsito dentro do partido. Já o PSDB do vereador Amadeu dificilmente lançara candidatura própria, pois o partido depende de coligação para poder eleger um vereador, e nesse caso não tem café no bule para tentar uma carreira solo. Ainda dentro da via popular, o PTB do vereador Marcos lima, não pretende figurar apenas como coadjuvante, é um partido bem organizado e segundo fontes as pretensões vão além. Com relação aos outros partidos da via, todos juntos não enchem cabem num fusca, e nesse caso a expectativa é apenas com relação a cargos no governo em troca do tempo de rádio. Com relação à oposição, temos apenas três partidos sem enquadrar nessa lista considerando a última eleição e a participação no atual governo; além do recém-criado Solidariedade. Mas esses partidos de oposição trabalham apenas nos bastidores, e o primeiro objetivo é a reorganização interna, ao contrário dos integrantes da via que correm atrás de vagas em futuras coligações, tanto que vereadores desses partidos já estão se reunindo com pessoas ligadas a oposição oferecendo apoio e buscando espaço na chapa e num futuro governo, considerando o desastre administrativo do atual governo e a péssima imagem devido às condenações do atual prefeito, a oposição terá de avaliar bem até que ponto soma contar com partidos integrantes da via popular numa campanha. Independente de nomes, o mais provável é que a próxima eleição tenha três candidaturas, duas da oposição e uma que vai representar o governo do PT, resta saber quem será o cavalo do comissário. Ainda existe uma possibilidade de PP e PMDB reeditarem a dobradinha da última eleição

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

NADA DE NOVO













O governador do estado recusou o seu vice recusaram o aumento salarial que teriam direito. Um gesto simbólico, que não representa economia, apenas uma tentativa de amenizar o desgaste. Reitero aqui a minha confiança no governador Sartori, tanto que votei nele e votaria outra vez para tirar o PT do governo, mas votar não significa concordar com tudo. Afinal de contas estamos numa democracia, apesar da Dilma e do PT. Na verdade o novo governador não teve coragem para peitar legislativo e o judiciário. Mas gesto do governador e de seu vice já deu resultado, dois deputados estadual também recusaram o aumento, Marcelo Van Hattem do PP e Tiago Simon do PMDB.

O governo federal, mais uma vez aumento os impostos, e não vai parar por ai; vem muito mais. Em troca o contribuinte recebe apagão, falta de saúde, de estradas e de segurança. Precisa sustentar duas famílias, a dele e o governo.

Aqui no município a propaganda do prefeito honorário de Vacaria, volta a circular pelas ruas. O jornalzinho trás fotos dos dois prefeitos pela cidade nas quais mostram obras e mais obras, todas construídas pela ação do prefeito II.  As mentiras e as promessas continuam iguais, apenas a qualidade do papel que dessa vez é inferior; decerto já faz parte do corte de gastos prometido pelo governo federal.

Saúde


Conversei com Marcos Lima vereador do PTB, autor do requerimento da CPI da saúde. Segundo o vereador na volta das ferias dos parlamentares a comissão vai intensificar os trabalhos; mas que durante as férias ele procurou coletar informações e documentos. Ainda segundo o vereador, a CPI vai ser dura contra os desmandos na saúde, por isso vai investigar com rigor todos os setores da saúde no município, ou seja, hospital UPA, posto de saúde e SAMU. Considerando que a saúde esta um caos, esperamos que a comissão realmente seja firma na apuração desses fatos.

domingo, 18 de janeiro de 2015

UMA NO CRAVO OUTRA NA FERRADURA


















O governador do estado passou por Vacaria na última sexta feira. Na sua rápida passagem fez escala no aeroporto da chapada, foi recepcionado por autoridades, políticos, empresários e cidadãos locais e regionais.

Com pouco mais de 15 dias de mandato, dois fatos já marcam de forma lamentável o seu inicio de governo; sendo pela ordem, o decreto que suspendeu os pagamentos por seis meses e o aumento de salários no executivo, legislativo, judiciário e procuradores. Acontece que, ao sancionar o aumento daqueles que ganham mais, ganham muito bem, caiu por terra o seu discurso, e/ou sua desculpa de falta de caixa de enxugamento da máquina. Na verdade, esse aumento beneficia apenas uma parcela de privilegiados que ganham muito e na sua grande maioria trabalham pouco, e segue a mesma linha do governo federal de beneficiar apenas uma parcela muito pequena, não ataca os privilégios para não cutucar onça com vara curta.

Mas voltando a passagem do governador por Vacaria, é possível afirmar que sua estada aqui vai foi muito positiva, pois já no inicio de seu mandato ele pode conferir de perto o abandono da obra do nosso aeroporto, e se inteirou da situação, certamente foi informado que a pista esta jogada ao leu, que o portão de acesso fica chaveado, com a chave em poder do executivo, certamente foi informado que algum empresário que se arrisque a descer ali precisar pular a certa para sair e/ou entrar. Ainda segundo informações, o governador voltara no dia 30 acompanhado de secretários para abrir a colheita da maça e novamente vai utilizar um aeroporto inacabado, sem sinalização, sem terminal, sem condições.

A obra esta parada, apesar de ter sido usada politicamente e demagogicamente pelo atual prefeito na propaganda pré-eleitoral, nada foi feito pela obra nos últimos três anos, exceto aquele vídeo falso e mentiroso que mostrava e ainda mostra um avião decolando dando uma ideia ilusória de obra pronta.

Quero destacar também, a cara de pau do atual presidente do legislativo, que ao longo do primeiro mandato do atual prefeito era o todo poderoso, primeiro Ministro, e que também usou a obra com cavala de batalha para buscar votos, e que também afirmava que tudo estava pronto e que o aeroporto seria inaugurado ainda em 2012. Agora após se eleger vereador, e travestido de oposição, elabora um documento e entrega ao governador pedido urgência na conclusão da obra. Com a devida vênia, não posso deixar passar em branco sua atitude, pois novamente o vereador tenta faturar politicamente com o fato. A sua postura como presidente do legislativo é correta, apenas não consigo entender por que não fez nada durante sua gestão no governo do PT com toda a influência que seu partido tinha junto ao governo federal, na condição de ser o secretário mais poderoso do prefeito.

O tema aeroporto foi bastante debatido no início do novo governo, e esse fato forçou o prefeito a viajar mais uma vez para Brasília, e segundo fontes, dessa vez com o objetivo de tratar sobre o tema junto ao governo federal. Antes tarde do que nunca, pois agora as desculpas não encontraram mais guarida junto ao governo do estado.





quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

IPTU

Volto ao tema, nos comentários anteriores falei dos percentuais aplicados pelo executivo, com anuência da bancada governista; inclusive por alguns que se dizem oposição. Acontece que, esqueci-me de informar que além dos percentuais de 15% para terrenos com edificações, e dos 25% para terrenos baldios, o contribuinte vai pagar mais a inflação do ano. Já para 2016 o reajuste é parelho, sem distinção; como alias é a política desse governo. Por isso, quem tem casa já sabe que esse ano o reajuste passa dos 22% e quem tem apenas um terreno e ainda não conseguiu construir sua casa, vai pagar quase 32% de reajuste. A fúria arrecadatória do governo municipal segue a linha do governo federal, que procura tapar os rombos da gastança indiscriminada e sem critérios à custa do contribuinte.  O jeito PT de governar é esse, empreguismo, companheiros ganhando muito sem fazer nada, gastam mais que arrecadam e depois aumentam impostos de forma indiscriminada.  Seguindo a tese que cada povo tem o governo que merece, certamente os eleitores do PT estão satisfeitos.

quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

AUMENTO NO IPTU


O percentual aplicado para corrigir o IPTU, e aprovado pela câmara de vereadores, é maior muito superior aos índices informado anteriormente no blog. Na verdade os valores conforme a lei aprovada será aplicada em 2015 e em 2016. A única diferença é que como no próximo ano é ano eleitoral, o prefeito e os vereadores não correm risco de desgaste com a aprovação. Vou transcrever na integra o artigo que resume e explicita os valores para os dois próximos anos. Abaixo também é possível ver quais vereadores votaram a favor do aumento, ou seja, contra o povo e a favor do prefeito. Cabe ressaltar que os valores referentes ao IPTU deveriam ser usados para melhorar e conservar as ruas, calçamentos, esgotos e na saúde; mas a julgar pela situação das ruas e a precariedade que vive a saúde atualmente, podemos imaginar que os valores estão sendo usados apenas para sustentar a máquina pública e pagar as centenas de CC. Outro fato a ser questionado e sobre a postura adotada pelos vereadores com relação à aprovação do aumento abusivo.


O art. 3º do PLE 115/2014,  é o seguinte :

O valor venal do metro quadrado do terreno, expresso em Valor de Referencia Municipal VRM, passa a vigorar com um acréscimo de 25% (vinte e cinco por certo) a partir de 1º de janeiro de 2015 e de mais 15% (quinze por cento) a partir de 1º de janeiro de 2016, em conformidade cos os valores contidos na Tabela I, que integra a presente Lei.


e o art. 4º : O valor venal do metro quadrado de cada tipo de construção, expresso em Valor de Referência Municipal - VRM, passa a vigorar com um acréscimo de 15 % (quinze por cento) a partir de 01 de janeiro de 2015 e de mais 10% a partir de 01 de janeiro de 2016,em conformidade com  os valores contidos na Tabela II, que integra a presente Lei.



Ata nº 81/2014 - Sessão Ordinária de 11 de novembro de 2014. Estiveram ausentes : Jag - Osnir Domingues - e Leandro Borges - Resultado da Votação :



A favor : Amadeu, Dagmar, Dalla Santa, Elton Zulianello, Grazziotin, Marcos Lima, Michelon e Panisson.


Contra : Dr. Joaquium, Elizabete, Jane, Ademar e Antônio Roque.








O AUMENTO ABUSIVO DO IPTU E DA TAXA DE LIMPEZA

No comentário de ontem, falei da demora e péssima qualidade das obras da atual administração. Devido aos pedido que recebi, hoje vou voltar ao temo com mais fotos de algumas dessas péssimas obras feitas com o dinheiro do povo. Quero ressaltar que, essas fotos que retratam a péssima qualidade dessas obras, todas foram tiradas com no máximo seis meses de construção e algumas como no caso da praça, a obra ainda não estava concluída;no caso das calçadas e dos postes, antes do termino os problemas já eram visíveis.Também é possível ver a péssima qualidade da obra da UPA e da reforma da casa do povo, com nossos impostos, inclusive o IPTU. Com relação a esse imposto ou tributo, quero comentar o aumento abusivo que foi aplicado pelo executivo com a conivência dos nossos vereadores, os representantes do povo. Apesar da inflação oficial que basila todos os reajustes ter ficado abaixo dos 7%, o nosso prefeito com a necessidade de arrecadar mais para fazer frente as despesas, já que gasta mal e gasta muito, resolveu aplicar no contribuinte um reajuste abusivo e sem justificativa, como já tinha feito com a taxa de limpeza urbano(lixo) sobre a qual aplicou um reajuste superior  a 45% e em alguns casos ultrapassando os 50%. Com relação ao IPTU o chefe do executivo aplicou um reajuste de 20% em terrenos se edificações(construções) e nos terrenos com edificação 15%. o interessante nisso tudo, é que apesar de seu partido o PT se intitular o defensor do pobres(mentira) aplicou um reajuste parelho, sem poupar ninguém, rico ou pobre pagou a mesmo coisa, nesse caso seguiu a cartilha do PT, ou seja, não houve distinção com relação a cor, classe social, religião, sexo ou preferência sexual. O aumento abusivo atingiu todos os proprietários, e aquele velho discurso do atual prefeito contra o recadastramento feito ainda na administração do ex- prefeito Angelo Pegoraro, caiu por terra. O recadastramento foi feito devido uma exigência legal, e tinha como objetivo regularizar o cadastro do município, e atingiu apenas as construções irregulares, mas possibilitou  que esses proprietários acertassem a sua situação junto ao município e  no registro de imóveis. O recadastramento também permitiu que todas as construções feitas de forma irregular, acertassem a sua situação junto ao INSS e Receita Federal sem precisar pagar as taxas relativas ao INSS, beneficiando ricos e pobres, grandes obras obras, prédios com situação irregular e/ou casas, grandes ou pequenas após o recadastramento tiveram a possibilidade de acertar sua situação sem custo algum. Algumas obras a isenção do INSS, os valores relativos a essa isenção superam o pagamento do IPTU por muitos anos. Com relação aos aumentos da taxa de limpeza Urbana, e do IPTU, não existe uma explicação plausível, pois a coleta do lixo e a capina das ruas deixam a desejar, a manutenção das ruas e praças que deveriam ser feitas com a arrecadação  do IPTU atualmente estão transformadas em buracos e matagal, Nas ruas de nossa cidade, alguns buracos chegaram junto com o atual prefeito, parece até que a exemplo do chefe do executivo, buscaram no TSE o direito de permanecer no seu lugar, se tornaram imexíveis. O lixo é cartão postal, que parte da população não colabora é uma grande verdade, mas o setor público deve ser eficiente para cobrar os impostos, para oferecer um bom serviço de coleta e de fiscalização; não é possível que seja permite que alguns estabelecimentos comercias como restaurantes e supermercados coloquem restos de comidas em lixeira sem a miníma condição, praticamento a céu aberto. Na verdade, esta mais que na hora de nossa administração implantar uma coleta realmente seletiva, aos moldes de Caxias do Sul, e obrigar, exigir que esses estabelecimentos cumpram a lei. O lixo sem dúvida é um dos grandes problemas das grandes cidades,por isso, ta mais que na hora dos governantes agirem, colocando mecanismos que ofereçam ao contribuinte formas eficientes de coleta, e num segundo momento exigindo através de leis municipais o cumprimento dessas normas, principalmente os estabelecimentos comercias.

terça-feira, 13 de janeiro de 2015

APENAS UM RESUMO DOS PROBLEMAS


LIXO

A coleta do lixo em nossa cidade é a alvo de muita reclamação A empresa responsável não presta um bom serviço, a quantidade de lixo espalhado pelas ruas devido à falta de coleta é grande. Além da precariedade na coleta do lixo, a roçada e capina também deixa a desejar. Com relação ao lixo, o problema não se restringe apenas a coleta; a falta de fiscalização colabora para aumentar o problema. Alguns estabelecimentos comerciais como supermercado, e/ou restaurantes, colocam sobras de comidas, de carnes, de frutas e verduras em lixeiras de tela ou direto no chão; possibilitando que animais e/ou catadores espalhem esses restos de alimentos pelo chão, causando um péssimo aspecto e um mau cheiro insuportável. Além desses locais o lixão na entrada do bairro Jardim América é outro péssimo exemplo.







BURACOS


A demora desse governo em topar os buracos é uma das suas características, em alguns locais os buracos já estão lá desde o início desse governo. A única diferença é que agora aquele repórter não leva bolo para comemorar o aniversário. Uma das desculpas mais frequentes da secretaria de obras é que abrem buracos são devido à instalação de água ou esgoto. Essa desculpa não se justifica, pois a própria secretaria abriu um buraco na Rua Marechal Floriano ainda no ano passado para trocar canos na esquina com João Teodoro Duarte e até agora não consertou; além de dificultar a passagem dos carros devido à profundidade do buraco, o risco de um acidente é eminente, pois os motoristas ao passarem naquele local desviam pela esquerda quase atingindo os pedestres na calçada ou o carro que sai do estacionamento.
















OBRAS


As obras feitas nesse governo têm três características.

1- Poucas

2- Demoradas

3- Péssima qualidade


Vou começar pelo primeiro item, a falta de obras no governo do atual prefeito vai na contra mão do seu discurso e de sua propaganda. No discurso e na propaganda ele fala em milhões de obras e em investimentos em todos os setores. Mas na realidade podemos contar nos dedos da mão essas obras.


A demora na conclusão das poucas obras também é destaque nesse governo; vou citar alguns, creche do bairro Jardim dos Pampas, obras no entorno da passagem de nível da via férrea, Instituto Federal e por ai vai.


A qualidade das obras, ou melhor, a péssima qualidade também é pré-requisito. Vou listar algumas: Unidade de pronto atendimento (UPA), Reforma da praça, Asfalto da Antônio Ribeiro Branco,











SAÚDE



Conversei ontem com o autor do requerimento da CPI, ele me afirmou que no retorno do recesso, vai intensificar os trabalhos, disse ainda, que já tem em mãos uma vasta documentação. Uma coisa é certa, a comunidade não acredita em CPI, Considerando que essa CPI tem como objetivo investigar repasses e atendimentos do SUS sugiro que seja investigada a possibilidade da transformação do nosso hospital em 100% SUS já que os boatos voltaram a circular. Considerando ainda que o atual atendimento prestado através do sistema único de saúde e alvo de investigação de uma comissão parlamentar de inquérito imagina isso tudo transformado em SUS; só resta aguardar os próximos capítulos dessa longa novela.